sábado, 19 de fevereiro de 2011

Carnaval de Torres

Diz-se que a vida são 2 dias e o Carnaval são 3. Nada mais falso quando se fala de Torres Vedras. 
Estamos a 15 dias do Carnaval e aqui já cheira....

Em Torres Vedras vive-se o Carnaval com muita intensidade e a minha casa não é excepção. Toda a gente se mascára e naqueles dias quase não se vai à cama. Começa à sexta-feira com a chegada dos reis e acaba na quarta.feita de cinzas com o enterro do entrudo. Pelo meio ficam as noites de folia onde as ruas da cidade se enchem de bares improvisados e onde toda a gente sai para a rua mascarado. 

Mas para um verdadeiro Torreense o bichinho começa sempre mais cedo. Eu, por exemplo, estive hoje com um grupo de amigas a costurar alguns dos fatos com que nos vamos mascarar. E amanhã a saga continua. 

E até ao Carnaval vai ser assim em muitas casas de Torreenses. Organizam-se grupos - que podem ser as colectividades do concelho ou simples grupos de amigos, como é o meu caso -  em torno de um tema, que este ano é a Selva, e fazemos os fatos para os desfiles, quer nocturnos quer diurnos.

E já agora para vos deixar um cheirinho,  aqui está o meu filho mais velho (o da direita) com 2 amigos que já sairam hoje à rua com um arzinho de Carnaval, enfeitando-se com cabeleiras e com óculos e chapéus malucos.



Para quem tiver alguma curiosidade vou aqui contar resumidamente a história do Carnaval de Torres:
As tradições do Carnaval de Torres remontam a tempos idos, mas durante muitos anos o Carnaval limitava-se aos bailes e récitas nas colectividades e em casas particulares e quase não havia animação de rua.
Entretanto, no início do século XX, enraíza-se a sátira política, uma característica muito presente no Carnaval de Torres, tendo nos anos 20, sido formada uma comissão para organizar mais a sério os festejos de rua.
A primeira Batalha de Flores com carros alegóricos organizou-se em 1931, mas foi a partir de 1960 que o Carnaval de Torres começou a realizar-se regularmente e com características únicas. 
É um Carnaval popular e muito diferente de outros Carnavais, pois tem como principal característica a espontaneidade. Tem crescido ano após ano e assume-se como o mais “Português de Portugal”.
As "matrafonas" são um dos símbolos do Carnaval de Torres tendo-se tornado num dos seus ícones mais fortes. São homens mascarados de mulher, mas homens que não se devem confundir com travestis porque os fatos que vestem são fatos que não ficam bem a mulher nenhuma. As matrafonas satirizam os toques femininos e representam, normalmente, a mulher socialmente "mal comportada". Aqui até a rainha do Carnaval é um homem.

E com este post convido-vos a vir à minha terra para se divertirem à grande e à Torreense no 
CARNAVAL MAIS PORTUGUÊS DE PORTUGAL

3 comentários:

O que é que se come aqui? disse...

Olá!

Lembro-me de em miúda ir ao carnaval de Torres....e aquelas matrafonas....o máximo!!

Bom fim de semana (do que resta dele!)

Duxa disse...

Olá, lembro-me perfeitamente de quando era miuda ir ao carnaval de torres com os meu pais, jamais esquecerei;)
Gostei da foto...estão engraçadissimos!
Obrigada pelo teu comentario lá no meu blog, gostaria de te oferecer aquele prémio e se o desejares colocas aqui no teu blog;)
Ultimamente tenho feito assim, pois é sempre um presente envenenado ter que distrubir os prémios e deixar alguns blogs de fora também eles merecedores.
Um beijinho:)

Catarina - ReceitaseSaboresdoMundo disse...

Nelinha,
Pelo que vejo nas fotos esta bem divertido o carnaval ai em Torres... Diver-te bastante pois se estive=se ai em Portugal também ia para a farra com o meu marido : )

PS. Obrigada pela mensagem de conforto e gentileza.

Beijinhos e boa semana.