sábado, 31 de Dezembro de 2011

Feliz 2012


E mais um ano chega ao fim. Não foi um ano muito bom e o que se avizinha não se perspectiva muito melhor. Esta maldita crise faz com que todos andem desanimados e tristes.

Mas fiz um pequeno balanço e concluí que apesar de algumas dificuldades que tenho tido ultimamente, não há crise que me derrube. Resolvi não me render a essa tristeza e encarar a vida como uma caixinha de surpresas (às vezes boas, às vezes más) mas que, se analisarmos bem essa caixinha, ela é melhor do que muitas vezes a pintam, afinal... tenho saúde e os meus comigo, o resto tudo se ultrapassa.


O que eu ambiciono e desejo a todos é que seja um ano repleto de alegrias e realizações, que continuemos a sonhar e a acreditar que é possível concretizar os nossos sonhos e que no final de 2012 consigamos dizer: Afinal não foi tão mau como se esperava!!!!

sexta-feira, 30 de Dezembro de 2011

Creme de 2 chocolates

E cá vem mais um dos doces que passou pela minha mesa este Natal. Aliás este é SEMPRE um dos doces das festas cá de casa, porque todo o pessoal adora

De cada vez que faço esta receita há briga certa cá em casa. O meu irmão, os meus filhos e as minhas sobrinhas reclamam a taça só para si... É uma guerra!!!! Mas fica mesmo muito bom... é chocolate não havia de ficar!!!!


A receita "ouvi-a" há bastantes anos num dia em que estava de férias e o Manuel Luis Goucha presenteou as "assistentes" do seu programa da manhã com esta receita que constava do seu livro "Os doces do Manel". Nunca comprei o livro e apanhei a receita meio no ar mas é qualquer coisa assim:

Ingredientes:

1 tablete de chocolate preto
1 tablete de chocolate branco
400g de açúcar (eu uso cerca de 300g e preferêncialmente açucar em pó)
2 pacotes de natas
3 colheres de açucar
2 colheres de margarina

Preparação:
Derrete-se a tablete de chocolate preto com uma colher de margarina. Faz-se um creme com 4 gemas e 200g (no meu caso 150g) de açúcar e junta-se o chocolate derretido.

Derrete-se a tablete de chocolate branco. Faz-se, igualmente, um creme com 4 gemas e 200g de açúcar (no meu caso 150g)  e junta-se o chocolate derretido.

Batem-se 2 pacotes de natas com 3 colheres de açúcar e acrescenta-se metade ao creme de chocolate negro e a outra metade ao creme de chocolate branco.

Deita-se na travessa em camadas alternadas de cada um dos cremes de chocolate (desta vez fui pondo colheradas na taça mas não resulta tão bem em termos visuais, mas o sabor, claro, está lá).

Nota: Pode aromatizar-se o creme de chocolate branco com aroma de baunilha e o de chocolate preto com laranja, canela ou café.

quinta-feira, 29 de Dezembro de 2011

Galette de Rois

Começo as receitas do Natal com esta Galette que anda nas minhas receitas "a fazer" à imenso tempo. A receita é de uma pessoa que eu nunca conheci mas que foi uma das pessoas que me fez despertar para este mundo da blogosfera: A Nanda.

Na altura eu era apenas uma cusca que passava com frequência nalguns blogs e o dela era obrigatório. Gostava das suas receitas mas gostava, principalmente, da forma como ela encarava a vida. Tinhamos imensos gostos em comum e até tinhamos casado no mesmo dia.

Pergunto-me muitas vezes como é que isto é possível mas fiquei com tanta pena quando ela nos deixou, que até parecia tratar-se de uma pessoa que eu conhecia há anos. Fez ontem 3 anos que ela faleceu.

Este Natal, resolvi que tinha de experimentar fazer esta receita e por isso, aqui fica a minha homenagem à Nanda com esta galette deliciosa, cuja receita aconselho a consultar no seu blog fantástico, que para quem não conheceu merece uma visita.

quarta-feira, 28 de Dezembro de 2011

O meu Natal

Como já referi os dias que antecedem o Natal são, para mim, completamente alucinados. Como deixo tudo para os últimos dias (prendas inclusive) levo o tempo a fazer listas do que me falta (porque falta-me sempre qualquer coisa). Faço as listas das prendas que faltam, dos doces a fazer, das compras no supermercado, mas mesmo assim, às vezes ainda falta qualquer coisinha. Este ano foi o requeijão. Tinha feito doce de abóbora com nozes e esqueci-me de comprar o requeijão. Como se fizesse falta com tanto doce lá em casa… mas apetecia mesmo!!!!

O Natal é sempre passado na minha casa. Para além de nós cá de casa, junta-se a minha mãe, as minhas sobrinhas, o meu irmão e a namorada, e o filho dela, que veio relembrar os Natais com crianças, já que os meus filhos e as minhas sobrinhas já estão crescidos... Como dizia o meu irmão este ano até há mais um a beber vinho ao jantar.

Na noite de Natal servimos o tradicional bacalhau cozido com couves, batatas e ovo. E com alguma conversa e muitos risos pelo meio, espera-se ansiosamente pela meia-noite, hora em que o pai Natal passa para deixar os presentes.

No dia 25 é rei da mesa o peru recheado com carnes, nozes e castanhas.  Este ano ficou uma delícia!! Com as sobras do jantar fiz um bacalhau no pão que também ficou bastante bom.

E Natal sem doces não é Natal. Foram feitos doces de colher, várias tartes, sonhos e só o bolo rei foi comprado.

A tarde do dia de Natal é sempre aproveitada para uns jogos de tabuleiro… Este ano foi Trivial.

O jantar foi petisco. Queijos, presunto, paio, gambas cozidas e um pão recheado com queijo que estava excelente!!!

E pronto, assim se passou mais um Natal, aconchegante, divertido e em companhia da família.

Não sei se é da idade mas este ano fiquei mais cansada do que é habitual, felizmente que não trabalhei a 26 e aproveitei para pôr a casa em ordem (está quase). Só hoje voltei ao blog e por isso deixo apenas as fotos (as que tirei porque, de algumas coisas esqueci-me!!!) para vos ir abrindo o apetite. As receitas vão sendo postas por estes dias.

sexta-feira, 23 de Dezembro de 2011

FELIZ NATAL

Estes dias são sempre muito atribulados, principalmente para mim que deixo sempre tudo para a última semana. Todos os anos digo que no ano seguinte vai ser diferente mas é tempo perdido. Quem me tira esta correria antes do Natal tira-me toda a magia desta festa!!!!

Imagem retirada da Net

E como agora só cá devo voltar dia 26, aproveito para desejar que neste Natal:

Esperança seja um sentimento constante em cada um de nós.

O Amor e a Amizade prevaleçam acima de todas as coisas materiais.

As pessoas olhem mais a sua volta, e não tanto para "si" mesmas.

A humildade e o respeito residam no coração de todos.

E por fim, que meu pedido se realize não só neste Natal, mas em todos os dias de nossas vidas!

FELIZ NATAL PARA TODOS

segunda-feira, 19 de Dezembro de 2011

Mexilhões gratinados

Estes mexilhões são uma pequena maravilha.Comia-os há uns anos num restaurante que havia na Praia de Santa Cruz. Mas o restaurante fechou e felizmente que o Quim (o dono) - embora não me tendo dado a receita - deu-me algumas dicas que me permitem reproduzi-los quase tão bem como ele os fazia. Os dele tinham muito mais "recheio" mas eu prefiro fazê-los assim para saborear melhor o marisco.

 Esta entrada é óptima também para aqueles jantares "apetiscados"de fim-de-semana.



Ingredientes:
1 Kg de mexilhões meia casca
Manteiga d'alho
Maionese
1 colher de chá de mostarda antiga (opcional, às vezes não ponho)
Ervas aromáticas a gosto (usei coentros)
Mistura de pimentas moida na hora
Pão ralado

Preparação:
Faz-se uma pasta com a manteiga d'alho, a maionaise, a mistura de pimentas, os coentros bem picadinhos e a mostarda.
Colocam-se os mexilhões num tabuleiro e cobre-se cada um deles com um pouco da pasta.
Polvilha-se com pão ralado e vai ao forno a gratinar.

quinta-feira, 15 de Dezembro de 2011

Já é Natal

O Natal é, para mim, a melhor época do ano. Adoro a reunião da família na noite de 24 de Dezembro, as receitas altamente calóricas, a ázafama das pessoas, o pai Natal, as luzes, as decorações, os filmes de Natal... enfim é uma época mágica. É verdade que às vezes penso que já não tem a magia de outros tempos porque, por um lado, já não temos crianças pequenas em casa e por outro já falta um ramo na minha árvore que me faz muita falta, mas nós tentamos ultrapassar os revezes da vida  e fazer do Natal uma festa.

Todos os anos a minha árvore de Natal é feita com um tema diferente e este ano em que toda a gente fala (e eu também) em crise, falta de motivação para o Natal, falta de dinheiro para prendas e tudo o mais, eu resolvi fazer a minha árvore com aquilo que mais me importa nesta época do ano: A MINHA FAMÍLIA!!! Para além dos enfeites tradicionais coloquei cartõezinhos com as fotografias da familia mais chegada e aproveitei para fazer também homenagem aos que já não estão entre nós... Como diz o meu filho é a melhor árvore do mundo.

Quanto à magia que as crianças nos trazem nesta época, ela vem de outras formas.

Senão vejamos, eu e a minha mãe somos daquelas que ainda teimam em acreditar no Pai Natal. Os meus filhos continuam a vibrar com um simples par de meias que lhes ofereçam. E mais, com 23 e 19 anos, imaginem só, ainda querem o seu calendário do Advento onde, religiosamente, todos os dias vão retirar o seu chocolatinho. As minhas sobrinhas, que são mais novinhas (13 e 15) andam doidas a fazer as listas de presentes, mesmo sabendo que este ano o Natal vai ser mais "contido". O meu irmão que está na Holanda todos os dias desepera a contar os dias para vir para perto da família ... Como vêm, não há crise que nos derrube e quando temos os nossos por perto, o calor e a magia desta altura do ano estão sempre presentes.

Desejo uma época Natalícia muito feliz para todos os que por aqui passam e pensem nisto: As prendas são apenas uma das coisas que se pode dar no Natal e são, seguramente, as menos importantes.

quarta-feira, 7 de Dezembro de 2011

Maçã assada com chocolate negro em massa filo

E do programa "Ingrediente Secreto" do Henrique Sá Pessoa saiu esta sobremesa bem apetitosa.


Ingredientes:
20 g de massa filo
1 maçã reineta cortada em cubos
15 g de manteiga
1 colher de sopa de açúcar
20 g de chocolate preto
Azeite qb

Preparação (transcrevo à risca as dicas do Chef):
Corte a maçã em quatro, retire o caroço e a casca [Observação do Chef] A maçã reineta é mais acida, não se assustem se ela oxidar. Parta a maçã em cubos pequenos.

Aqueça uma frigideira com um fio de azeite e um cubo de manteiga. Quando estiver bem quente adicione a maçã em pedaços. Adicione uma colher de sopa de açúcar para caramelizar bem.

[Observação do Chef] Cuidado! Vá virando para não queimar! Quando estiver dourada coloque num prato para arrefecer.

Numa panela pequena, derreta dois cubos de manteiga. Estenda a massa filo numa tábua. [Observação do Chef] A massa filo tem que ser trabalhada rapidamente pois seca com facilidade. Pincele a massa filo com manteiga derretida. Polvilhe com açúcar. Coloque outra camada por cima e volte a pincelar com manteiga derretida.

Coloque a maçã caramelizada no centro. Triture o chocolate negro com a faca e coloque por cima da maçã caramelizada. Feche o preparado com a massa filo. Faça alguns cortes por cima.

Pincele o fundo do pírex com um pouco de manteiga, polvilhe com açúcar caramelizado. Coloque no pírex e leve ao forno pré-aquecido a 200º durante 10 minutos.

 
Acompanhei com uma bola de gelado triplo chocolate.Vai uma colherzinha?

segunda-feira, 5 de Dezembro de 2011

Espetadas tropicais

O talho onde ultimamente vou tem umas ideias interessantes que nos permitem variar as refeições sem muito trabalho. 

Sábado à tarde passei por lá sem ideias para o almoço de domingo e acabei por comprar estas espetadas tropicais que gosto muito.

Claro que estas já foram compradas assim e foi só pôr no grelhador mas não é nada que não possa ser preparado em casa.

Então é assim:

São umas espetadas compostas por rolinhos de perú envoltos em tiras de bacon, com ananás e tâmaras.
O resto não tem nada que saber. Um pouco de sal, colocam-se no grelhador e, no meu caso, acompanhei com batatas fritas e salada de alface.