quarta-feira, 27 de Julho de 2011

Arroz de frango

Este é aquilo a que eu chamo de arroz de pato com frango. Todos gostamos imenso cá em casa e normalmente - uma vez que só eu é que gosto de frango cozido cá em casa - serve para aproveitar o frango cozido da canja... mas também já tenho cozido frango de propósito para o efeito.

É um prato muito saboroso.

                              

Ingredientes:
Frango cozido ( que pode ser resto ou cozido propositadamente)
Um pouco do caldo de cozer o frango (se ficar muito gordo misturo água)
arroz
2 dentes de alho
azeite
sal
pimenta
1/2 chouriço cozido

Preparação:
Faz-se o arroz com a água de cozer o frango.
Entretanto desfia-se o frango e passa-se na frigideira com alho picadinho e azeite. Tempera-se com um pouco de pimenta e deixa-se fritar um pouco.
Num tabuleiro de ir ao forno põe-se metade do arroz e por cima deita-se o frango desfiado. Termina-se com o resto do arroz. Enfeita-se com o chouriço cortado às rodelas e vai ao forno a corar.

Acompanha-se com uma saladinha.

segunda-feira, 25 de Julho de 2011

Caril de frango

Se há coisa que todos gostamos cá em casa é caril.

Gosto de caril de frango e caril de gambas e agora falaram-me de um que ainda não experimentei mas que já está na lista: de atum!! Parece bem, não parece?

Desta vez fiz de frango e ficou delicioso.


Ingredientes:
1 frango
1 cebola grande picada
3 dentes de alho picados
1 frasco de leite de coco (200 ml)
2 tomates médios em pedaços
1 molho de coentros picados
½ colher de chá de açafrão
1 colher de sopa de caril
1 malagueta picada
Azeite qb
Sal (a gosto)

Preparação:
Aquece-se um pouco o azeite no tacho. Junta-se os alhos, a cebola e metade dos coentros picados. Refoga-se um pouco.
Quando a cebola ficar  transparente junta-se o frango e deixa-se estufar cerca de 15 min.
Depois acrescenta-se o tomate e deixa-se estufar mais 5 min.
A seguir, adiciona-se o red chilli, o leite de coco, o açafrão, o caril, o sal e coze mais 10 minutos em lume brando. Mexe-se e deixa-se apurar o molho mais e minutos.
No final deita-se no tacho outra metade dos coentros picados e envolve-se.

Acompanhei com arroz branco.

 

sexta-feira, 22 de Julho de 2011

Faz hoje 19 anos

O meu pequeno está um homem. Hoje faz 19 anos.


Esta foi antes de cortar o cabelo (como eu gostava de o ver assim!!!)
O meu Pedro, por trás do seu 1,88m, há-de ser sempre o meu pequeno. Mas o que é certo é que está a ficar um homem. Eles crescem e nós nem damos por isso.

Mas tenho tantas saudades desta fase:


O mister Pedro é um bébé grande que agora está a começar a crescer como homem e a deixar de ser "o puto", mas ainda anda à procura do seu espaço e do seu caminho. Está a ficar um bocadinho mais responsável, mas ainda lhe falta dedicar-se mais à escola. É um maroto que andou na balda e ainda não vai para a faculdade... mas é um puto fixe!!!

E como eu costumo dizer: O que importa é que os nossos filhos sejam felizes.

Passa um dia muito feliz filhote!!!

quinta-feira, 21 de Julho de 2011

Bolo de pêssego e banana perfumado com canela

Com a tentativa de perder uns quilinhos já não fazia um bolinho há mais de 2 meses, no entanto, ontem apeteceu-me!!

Tinha 2 pêssegos e 2 bananas que tinham de ser aproveitados e, além disso, aqui há tempos tinha comprado um pacote de açucar light e queria experimentá-lo.

Ora, o açucar é light, a fruta pode substituir a gordura da manteiga, usei uma mistura de farinha de trigo com farinha de trigo integral... penso que consegui algum equilibrio em termos calóricos, e o sabor também não ficou nada mal.


Ingredientes:
2 bananas maduras pequenas
2 pêssegos pequenos
4 ovos
150g açucar light (Para a próxima reduzo um bocadinho. A fruta já é doce, não é necessário tanto açucar)
100g farinha de trigo
100g farinha de trigo integral
1 colher de fermento em pó
2 colheres de chá de canela

Preparação:
Fiz na Bimby mas é tão fácil que pode facilmente fazer-se sem ela.
Triturei a fruta 10 seg vel 5
Juntei os ovos e o açucar e bateu 3 min vel 4
De seguida adicionei as farinhas com o fermento e a canela e envolvi 15 seg vel 6.
Levei ao forno em forma untada com óleo Espiga, durante cerca de 35 min.

Muito fácil, saboroso e sem remorsos!!!!
Vai uma fatia?

quarta-feira, 20 de Julho de 2011

Saladinha de atum com arroz e feijão manteiga

Quando há pouco tempo e pouca vontade, temos de dar largas à imaginação para sair um pouco da rotina. Mas isto não significa que tenhamos de ser muito sofisticados. As coisas simples também se podem revelar uma boa solução.

Este almoço serviu para aproveitar um restinho de arroz que estava no frigorifico. Da despensa sairam umas latinhas que misturámos ao arroz e saiu uma deliciosa saladinha.


Ingredientes:
Arroz branco
1 lata pequena de feijão manteiga
2 latas de atum
1 lata de "verduras primavera" da Bonduelle (milho, cenoura e ervilhas)
1 cebola pequena
Coentros picadinhos
Azeite
Vinagre de framboesa
Sal

Preparação:
Colocar todos os ingredientes numa saladeira e temperar com o sal, o azeite e o vinagre de framboesa.

E pronto está feito!!!

Só uma coisinha: não sou grande apreciadora de vinagre, mas o vinagre de framboesa é excelente e deu um toque bem agradável nesta saladinha

terça-feira, 12 de Julho de 2011

Cansada... Mas viva!!!!

O cansaço apoderou-se de mim nos últimos tempos!!!

No trabalho é sempre complicada a época das férias (dos outros) mas quando a isso se junta uma ausência por doença de outra colega (felizmente nada complicado, mas demorado), mais dificil se torna.

Como disse Fernando Pessoa:

"O que há em mim é sobretudo cansaço
Não disto nem daquilo,
Nem sequer de tudo ou de nada:
Cansaço assim mesmo, ele mesmo,
Cansaço."

 
Estou mesmo cansada e a precisar de férias... mas ela tardam e, enquanto não vêem, a minha ausência por aqui vai manter-se porque nem me apetece cozinhar!!!!! A cozinha aqui de casa têm-se resumido à mais trivial das trivialidades e nem têm saído nada que se considere digno de postar por aqui.

Mas eu volto!!!!

Para já, tenho um compromisso comigo mesma que até final desta semana tenho de fazer bolachas. É que este cansaço está a sair-me da carteira e isso não dá muito jeito. Depois conto...

Mas nem tudo é mau. Neste espaço de tempo fiz dois passeios pedestres, actividade que me está a agradar imenso e que  me permite carregar minimamente as baterias e fui ao Optimus Alive ver os Coldplay, quando já nada o fazia esperar pois os bilhetes tinham esgotado... Isso sim foi bom!!!!