domingo, 29 de Maio de 2011

Sopa de morangos com gelado


Um dia destes comprei a revista "Sabe bem faz bem" do Pingo Doce. É muito intreressante e custa apenas 0,50 €.
 





Ao folheá-la vi esta sopa de morangos que me pareceu uma boa solução para matar o desejo de um docinho, sem fazer grandes estragos calóricos. E depois, é fim-de-semana!!! Faz dieta, mas não abuses!!!!



Ingredientes:
400 g de morangos
40 g de framboesas
40g de amoras (não usei)
40 g de groselhas (não usei)
4 colheres sopa de açucar
4 bolas de gelado de baunilha (usei de 3 chocolates da Carte d'or)
raminhos de hortelã para decoração (usei tb na "sopa")
2 copos médios de água (400 ml)

Preparação:
Lavam-se bem os morangos, retira-se o pé e coloca-se ao lume com a água,e o açucar e umas folhinhas de hortelã.
Quando levantar fervura, retira-se do lume e tritura-se com a varinha mágica (retirei a hortelã). Deixa-se arrefecer.
Depois de fria, coloca-se a sopa de morangos num prato fundo e dispõe-se os restantes frutos sobre a sopa.
Coloca-se o gelado ao centro e enfeita-se com hortelã.

É muito bom... aconselho a experimentarem.

Nota: A revista tem, em cada receita, a tabela nutricional e cada dose desta receita tem 127 calorias, no entanto, se se substituir o açucar por adocante, as calorias reduzem para 67. Como se vê, não é grande pecado e é delicioso!!!

sábado, 28 de Maio de 2011

Selos da Ana e da Mariana

Ganhei 1 selinho.  E "roubei" outro.

A Ana do blog "Pontos e pensamentos" premiou-me com este:
Obrigada Ana, fiquei contente por te teres lembrado de mim e por ofereceres este selo ao meu blog.

A Ana foi quem me ofereceu os miminhos da Páscoa e fez o blog nessa altura. Além da cozinha, também gosta muito de ponto cruz.

As regras aconselham a que eu diga alguma coisa sobre mim que ainda não saibam. Claro que há imensas mas lembrei-me de uma:
Ás vezes tenho um bocadinho de mau feitio. Eu explico: Sou um bocadinho impulsiva e por vezes, até me prejudico mesmo quando tenho razão. Isto porque às vezes, quando acho que alguma coisa não está bem, saiem-me aquelas coisas da boca para fora!!! Mas depois passa e, felizmente, a idade trás-nos alguma calma e acho que estou um bocadinho melhor!!!!

Não é uma coisa de que me orgulhe, por um lado, mas por outro prefiro ser assim do que ser cinica, dizer que sim  a tudo (parecer muito boazinha) e pelas costas dizer exactamente o contrário!!!


Como não sei quem já tem o selo fiquem à vontade para o levar!!!


O "roubado" não foi bem roubado, ehehehe!!! Foi a simpática Mariana que partilhou o selo do seu blog e como é evidente, sendo um blog que muito aprecio tinha de o trazer. A Mariana é uma querida e merece toda a felicidade do mundo na luta que tem travado nos últimos tempos. Um grande beijinho e continua a partilhar tanta comidinha boa.

terça-feira, 24 de Maio de 2011

Bolachas de manteiga

Já há uns tempos que quase não compro bolachas no supermercado (que me perdoem os Senhores da Nacional e da Triunfo).

Estas já as fiz há uns tempos mas pareceram-me uma boa sugestão para quem quiser encher as latinhas: simples e deliciosas.

A receita veio de uma colega que sabe o quanto eu adoro cozinhar. Obrigada Paula.

Ingredientes:
500g farinha sem fermento
200 g açucar
200 g manteiga
2 ovos

Preparação:
Coloca-se o açucar e a manteiga numa tigela e bate-se com a batedeira.
Acrescenta-se os ovos até obter um creme fofo.
Junta-se a farinha de uma só vez e mexe-se até formar uma massa consistente (não mexer com a batedeira - ou com colher de pau ou à mão, para a massa não ficar muito liquida)
Estende-se a massa com o rolo até ficar com mais ou menos 0,5 cm de espessura e cortam-se bolachas com as formas.
Coloca-se num tabuleiro untado com manteiga (eu uso papel vegetal) e coze-se em forno pré-aquecido à temp de aprox 200º durante 10 a 15 min.

segunda-feira, 23 de Maio de 2011

Magret de pato com molho de morangos, espinafres salteados e puré de batata e cenoura

Depois de um fim-de-semana bem atribulado, onde não faltou uma ida ao hospital, estou de volta com o almoço de ontem.

Adoro magret de pato mas nem sempre calha fazer, até porque considero um prato um pouco dispendioso... mas maravilhoso.

O magret de pato não é mais do que peito de pato cozinhado na sua própria gordura. Há n molhos que se podem adicionar. Eu gosto do pato simples e depois acompanhar com sabores contrastantes como fruta e legumes.

Desta vez saiu assim:




Ingredientes:
2 peitos de pato
sal a gosto
Mistura de pimentas (moídas na hora) a gosto

Preparação:

Prepara-se o peito de pato, retirando alguns nervos ou gordurinhas que tenha mas deixando a pele. Com uma faca bem afiada faz-se golpes em toda a camada de pele formando losangulos. Tempera-se com sal e pimenta e coloca-se o peito de pato com a pele virada para baixo numa frigideira anti aderente sem adicionar nenhuma gordura. Deixe cozinhar até a pele do pato estar dourada (aproximadamente 8 minutos). Vira-se e deixa-se cozinhar do outro lado mais 5 minutos.
O magret de pato deve comer-se sem a carne ficar demasiado passada, por isso pode terminar-se por aqui e a carne fica rosada, no entanto, para quem não aprecie carne mal passada (é o caso dos meus homens) podemos colocar a carne num tabuleiro e levar ao forno por cerca de 6 minutos para passar mais um bocadinho. Mas sempre com muita atenção para que a carne mantenha os seus sucos.

Retira-se do forno e deixa-se a carne repousar um pouco antes de cortar.
 

Na hora de servir corta-se o peito de pato em fatias finas.


O pato é uma carne com um sabor muito característico que, do meu ponto de vista, fica óptima acompanhada com sabores frutados.

Acompanhei com um molho de morangos com açúcar mascavado, espinafres salteados e puré de batata e cenoura.


Ficou uma mistura de sabores fantástica!!!

sexta-feira, 20 de Maio de 2011

Almondegas de perú

Da necessidade de fazer uns pratos  lighs mais apeteciveis, sem necessidade de andar sempre a recorrer às saladas,  nasceram estas almondegas.

Assim, com o preparado de lombo de perú que utilizei ontem para os hamburgueres fiz estas almondegas no forno.


Ingredientes:
Lombo de perú picado e temperado como mostrei aqui
2 dentes de alho
1 cebola
2 tomates (utilizei congelado)
folhas de mangericão fresco
sal aromatizado
azeite
vinho branco

Preparação:
Coloca-se 1 fio de azeite num tabuleiro e faz-se uma cama com a cebola cortada em meias luas finas e o alho picadinho.
Por cima dispõem-se as almondegas e tempera-se com sal aromatizado. Pica-se o tomate e põe-se por cima das almondegas, bem como o mangericão.
Rega-se com mais um fiozinho de azeite e um fiozinho de vinho branco.
Cobre-se com uma folha de aluminio e deixam-se repousar cerca de meia-hora para os temperos se fundirem com a carne.
Depois leva-se ao forno coberto com a folha de aluminio, cerca de 20 a 25 minutos. Decorrido este tempo retira-se a folha de alumínio, rega-se com o molho e deixa-se apurar mais 10 minutos.

Ficou  um prato bem colorido, muitíssimo apetitoso e sem dúvida saudável.

Acompanhei com arroz branco e salada.

Nota: Apesar de aparentemente ter bastante molho, não tem praticamente gordura. Levou apenas um fiozinho de azeite. Este resultado consegue-se utilizando a  folha de aluminio e foi-me ensinado por uma nutricionista onde andei há uns anos. Desde aí que os meus assados se fazem quase sempre assim, e utiizo  muito pouca gordura.

quarta-feira, 18 de Maio de 2011

Hamburgueres de perú

Não estamos propriamente em dieta, mas andamos a evitar umas coisinhas mais calóricas, porque na semana passada houve muitos abusos cá em casa. Foi de tal forma - com tantos almoços e jantares daqueles que só se sai da mesa ao fim de muitas horas - que até parece que a roupa encolheu.

Para variar um bocadinho, e porque os rapazes gostam bastante, resolvi fazer hambúrgueres, mas de perú. Não aqueles hamburgueres secos e deslavados  que já existem nalguns talhos, mas uns hamburgueres temperados por mim, tal como faço os de vaca.

Pois em boa hora me lembrei de os fazer. Ficaram mesmo saborosos e sem dúvida poupámos nas calorias.

Ingredientes:
1kg de peito de peru picado
1 cebola ralada
1 ovo batido
¼ chávena de pão ralado fresco
2 colher de chá de mostarda Dijon
Umas gotas de molho inglês
1 colher de sopa de orégãos secos
3 colheres de sopa de parmesão ralado (substituí por emmental)

Preparação:
Numa tigela grande misture a carne picada, a cebola, o ovo, o pão ralado, a mostarda, o molho inglês, os orégãos e o parmesão Misture tudo muito bem com as mãos. Forme hambúrgueres e guarde no frigorífico por 15 minutos
Utilizo para fazer os hamburgueres um aro que comprei numa loja de chinês. Muito fácil.

Aqueça uma grelha em lume médio alto. Quando estiver quente cozinhe os hambúrgueres, temperando com sal somente nessa altura. Vire e cozinhe mais um pouco.
Quando faltar 1 minuto para estar pronto pode colocar 1 fatia de queijo por cima de cada, tape com uma tampa e cozinhe até o queijo derreter (eu passei esta etapa).

Acompanhei com arroz branco e uma saladinha bem apetitosa feita com mistura de saladas e tomate cherry.

Como era bastante carne fiz ainda umas almôndegas para o almoço de amanhã mas eu depois conto.

terça-feira, 17 de Maio de 2011

Peito de perú no forno com hortelã

Gosto muito de pratos no forno. Para já acho que é muito saboroso e depois, enquanto o assado está no forno, podemos ir fazendo outras coisas.

Uma carninha assada no forno bem temperadinha é sempre uma excelente refeição. Desta vez resolvi assar um peito de perú, que não é, muitas vezes, uma carne muito apreciada... mas que nós gostamos. Como tenho hortelã na minha janela, e nós adoramos, resolvi experimentar pôr no assado. Resultou muito bem!!!!

Infelizmente a foto não espelha o resultado final. É que nem sempre as coisas correm a 100% e o molho secou um bocadinho demais e acabou por ficar ligeiramente queimado (mas garanto que foi só o molho, a carne estava óptima).



Ingredientes:
1 peito de perú
3 dentes de alho picadinhos
hott stuff (é optimo nos assados)
sumo de 1/2 limão
mistura de pimentas (moida na hora)
sal e piri-piri (a gosto)
1 pouco de vinho branco
azeite

Preparação:
Rega-se um tabuleiro com um fiozinho de azeite e coloca-se o perú. Tempera-se com o alho, um bocadinho de hott stuff, sal, pimenta e piri-piri. Rega-se com o sumo de limão e o vinho branco. Por cima põe-se umas folhinhas de hortelã picadas grosseiramente, rega-se com um fio de azeite e reserva-se durante cerca de uma hora para a carne absorver os sabores dos temperos.
Vai ao forno a assar.

segunda-feira, 16 de Maio de 2011

Wraps de atum e wraps de bacon

Nunca tinha feito wraps, mas um dia destes - na sequência das nossas conversas culinárias e de termos estado a assistir ao programa Hell's Kitchen - o filho dos meus vizinhos do lado apareceu-me lá em casa, com um wrap feito por ele para eu provar. Tinha comprado as tortilhas no supermercado e preparou um recheio de legumes. Ficou muito bom e o meu filho mais velho alvitrou logo que tinhamos de fazer cá em casa um dia destes.

Lembrei-me entretanto de ter visto a receita das tortilhas numa das revistas Momentos de Partilha da Bimby e fui à procura. Era a revista nº 8. São muito fáceis de fazer e economicamente nem se fala. No supermercado custam mais de 3,00 € e eu consegui fazê-las com pouco mais de 0.50 €.



Fiz então assim:

Massa:
Ingredientes:
500 gr. farinha tipo 65
 
100 gr. banha
2 c. chá sal
250 gr. Água

Preparação:
Coloca-se no copo a farinha, a banha, o sal e mistura-se 10 seg., vel.7.
Adiciona-se a água e programa-se 10 seg., vel.7.
De seguida, programa-se 1 min., vel. Espiga. Retira-se para uma tigela e cobre-se com película aderente. Deixa-se descansar cerca de 30 minutos.
Neste espaço de tempo vamos preparando o recheio. 

Recheio:
Fiz em "modo manual" (não fiz o da receita original) porque achei que me apetecia os legumes em pedacinhos e não triturados e optei por fazer 2 recheios diferentes um com bacon outro com atum e milho.

Ingredientes
1 cebola média
1 dente alho
Tiras de pimento vermelho
Courgette, cenoura, tomate e outros legumes a gosto
Azeite
sal
2 latas atum em azeite
1 lata pequena milho
1 pacotinho de bacon em tiras

Preparação:
Cortam-se os legumes em pedacinhos pequeninos.

Numa frigideira (ou wok) salteia-se o bacon e os legumes com um fio de azeite, até os legumes estarem cozidos.

Noutra frigideira, primeiro salteiam-se os legumes em azeite e temperam-se com sal. Quando  os legumes já estão quase prontos

Preparação final: 
acrecenta-se o atum e milho e deixa-se apurar mais um pouco.

Divide-se a massa em 16 bolas de aproximadamente 50 gr. cada. Numa superfície polvilhada de farinha e com a ajuda de um rolo, estende-se cada bola fazendo um círculo de 18 cm de diâmetro.
Coloca-se um wrap de cada vez numa frigideira antiaderente e aquecida até dourar dos dois lados. Espalmam-se as bolhas que se vão formamdo na massa com uma escumadeira e empilha-se.
Mantêm-se os wraps quentes, recheiam-se e servem-se.

Estes wraps são óptimos para um jantar de domingo que, cá em casa, normalmente é petisco.
Ambos os recheios ficaram bons mas achámos que o de bacon ficou melhor.



 

 

domingo, 15 de Maio de 2011

Vamos lá ver se é desta!!! E um obrigada!!!

Depois das aventuras e desventuras do blogger nos últimos dias, perdi posts, recuperei posts, voltei a perder e a recuperar. Já os comentários desapareceram mesmo.

Apesar destes contratempos não quero deixar de agradecer às meninas que passaram para me desejar parabéns e principalmente à Margarida que me presenteou com este miminho.



Um beijinho muito grande a todas!!!! 

Peniche (Cabo Carvoeiro)



E aproveito para dizer que foi um dia muito bem passado. Estava um dia lindo e um fim de tarde junto ao mar é sempre uma delícia.

quinta-feira, 12 de Maio de 2011

Mais um ano!!!

Pois é...  hoje faço anos!!!


E já lá vão 46!!! Já contam, mas ainda bem que o espirito é de 18!!!

É verdade que já doi aqui e acolá mas a cabeça teima em não envelhecer... e ainda bem!!!
Por outro lado, tenho sentido que a idade é inversamente proporcional à nossa paz de espírito. Cada ano que passa valorizamos mais as coisas boas e simples da vida e deixamos de nos peocupar com as mixuruquices... Isto é ter mais de 40!!!

 Apesar de já serem bastantes continuo a achar piada ao dia dos meus anos. E se nos aniversários dos outros gosto de lhes fazer o jantarinho, nos meus gosto de jantar fora.

Assim sendo, vou passar o dia a trabalhar, mas depois, como o meu filho mais velho está na faculdade em Peniche, e eu não prescindo de ter a minha gente à minha volta neste dia, vamos terminar o dia com ele e jantar por lá. Não vai faltar a minha mãe e as minhas sobrinhas mas este ano falta o meu irmão que foi trabalhar para a Holanda.

Espero passar um dia feliz!!!

terça-feira, 10 de Maio de 2011

Rolinhos de perú com cinta de bacon gratinados com mozzarella

Já não passava por aqui há algum tempo porque tempo é coisa que me tem faltado ultimamente. Aliás, tempo e paciência!!! Tenho andado um bocado em baixo de forma e com muitos afazeres extras. Nem a cozinha me chama... Isto é grave!!!!

Hoje resolvi que tinha de voltar à minha rotina!!! Uma das resoluções foi que tinha de passar por aqui e visitar algumas cozinhas. Tantas novidades que por aí há!!! Coisinhas boas que tenho andado a perder. Mas... ESTOU  DE VOLTA!!!!

Como a cozinha também tem andado meio parada, vou partilhar uma coisinha muito, muito simples e bem deliciosa. Não tem nada que saber!!!!

Não tenho muito o hábito de comprar comida pré-preparada, mas como o tempo não tem sido muito, estas soluções vêm mesmo a calhar. Neste caso até é para continuar porque o pessoal adorou!!!

Abriu um talho novo aqui na minha terra que, para além de preços excelentes, têm umas coisinhas mesmo muito boas... não resisti!!!

São uns rolinhos de perú temperados com massa de alho e envoltos numa cinta de bacon e  com queijo mozzarella (já vêm assim do talho).

E depois é muito simples, rápido e prático:
Basta colocar um pouco de azeite no tabuleiro, colocar os rolinhos e levar ao forno cerca de 35 a 40 minutos (dependendo do forno). Eu cubro-os inicialmente com uma folha de aluminio e depois só a retiro para gratinar.

Acompanhei com couve lombardo, couve coração e cenoura cozidos. É mesmo muito bom!!!!

Ah... e é claro que se podem fazer em casa!!!!