quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2011

Sopinha 2 em 1

Os preparativos para o Carnaval estão a dar conta de mim. Tenho de fazer um fato de urso e um de Timon (o do Rei Leão) para 2 meninos com 1,80m. Estou quase doida, nem à cozinha vou, por isso convém ter  uma sopinha sempre à mão.

Ainda por cima um dos meus filhos é um esquisito de primeira e, no que respeita a legumes, nem toca!!! A sopa tem de ser sempre passada. Mas o resto do pessoal gosta bastante de um belo puré de legumes com umas folhinhas de espinafres ou agriões.

Tive então de adoptar uma estratégia que me permite, não só contentar as duas partes, mas também fazer na Bimby sopinha para 2 dias.



Ingredientes:
(foram estes mas podiam ser outros)

Courgette
Cenoura
Cebola
Dentes de alho
Abóbora - um bocadito
2 folhas de alface
1 restinho de alho francês
Espinafres (utilizei frescos mas pode usar-se congelados)
Coentros

Preparação:
Arranjei os legumes e coloquei uma parte deles no copo. Acrescentei a água e o sal.
Na Varoma coloquei os espinafres, num cantinho e no outro cantinho uma remessa dos restantes legumes.
Programei 30 min,temp varoma, velocidade 1

Depois de tudo cozido, retirei a Varoma para o lado e ao conteúdo do copo juntei o azeite e triturei até ficar aveludado (+- 30 seg vel 5/6/7). Depois juntei os espinafres. Cozinhou 2 min.colh inversa.

Para os que gostam de legumes estava o assunto arrumado. 

Agora vamos ao jantar do esquisito:

Coloquei os legumes cozidos na Varoma no copo. Acrescentei água quente e cozinhei 3 min vel.1 a 100º.

No final acrescentei o azeite e os indispensáveis coentros. +- 30 seg vel 6/7 e fiquei com um purézinho fabuloso.  

Cá está uma forma de fazer uma bela sopinha e contentar o pessoal todo!!!

domingo, 20 de Fevereiro de 2011

Bifes em molho de natas com mistura de ervas e especiarias

Já que durante a semana andamos sempre a correr, aos domingos gosto de fazer uma refeição mais demorada ou trabalhosa. Mas nem sempre estou para aí virada e às vezes também faltam as ideias. Nesses dias, se pergunto aos meus fihos o que querem para o almoço eles respondem muitas vezes: "Faz os bifinhos de pimenta".
Não são bifes de pimenta mas é assim que eles lhes chamam. Acho que lhes chamam assim porque antes de conhecer as especiarias que utilizo nestes bifes fazia-os com mistura de pimentas.
São de muito fácil preparação e imenso sabor.



Ingredientes:
4 bifes (gosto de folha de alcatra)
1 pacote de ervas e especiarias para bifes da Margão
1 colher chá de mostarda dijon
1 cálice aguardente
1 pacote de natas
sal
azeite e margarina para fritar os bifes

Preparação:
Numa frigideira aquece-se o azeite e a margarina e fritam-se os bifes temperados apenas com um pouco de sal.
Retiram-se os bifes e reservam-se.
No azeite de fritar colocar a mistura de ervas e especiarias e a mostarda e mexendo sempre deixa-se fritar um pouco. Entretanto deita-se a aguardente e flambeia-se. Por fim, deita-se as natas e sem parar de mexer deixa-se ferver um pouco.
Entretanto envolvem-se os bifes reservados no molho de natas.
Acompanho normalmente com batatas fritas e salada (além do pão para molhar no molho, uma desgraça!!!)

sábado, 19 de Fevereiro de 2011

Carnaval de Torres

Diz-se que a vida são 2 dias e o Carnaval são 3. Nada mais falso quando se fala de Torres Vedras. 
Estamos a 15 dias do Carnaval e aqui já cheira....

Em Torres Vedras vive-se o Carnaval com muita intensidade e a minha casa não é excepção. Toda a gente se mascára e naqueles dias quase não se vai à cama. Começa à sexta-feira com a chegada dos reis e acaba na quarta.feita de cinzas com o enterro do entrudo. Pelo meio ficam as noites de folia onde as ruas da cidade se enchem de bares improvisados e onde toda a gente sai para a rua mascarado. 

Mas para um verdadeiro Torreense o bichinho começa sempre mais cedo. Eu, por exemplo, estive hoje com um grupo de amigas a costurar alguns dos fatos com que nos vamos mascarar. E amanhã a saga continua. 

E até ao Carnaval vai ser assim em muitas casas de Torreenses. Organizam-se grupos - que podem ser as colectividades do concelho ou simples grupos de amigos, como é o meu caso -  em torno de um tema, que este ano é a Selva, e fazemos os fatos para os desfiles, quer nocturnos quer diurnos.

E já agora para vos deixar um cheirinho,  aqui está o meu filho mais velho (o da direita) com 2 amigos que já sairam hoje à rua com um arzinho de Carnaval, enfeitando-se com cabeleiras e com óculos e chapéus malucos.



Para quem tiver alguma curiosidade vou aqui contar resumidamente a história do Carnaval de Torres:
As tradições do Carnaval de Torres remontam a tempos idos, mas durante muitos anos o Carnaval limitava-se aos bailes e récitas nas colectividades e em casas particulares e quase não havia animação de rua.
Entretanto, no início do século XX, enraíza-se a sátira política, uma característica muito presente no Carnaval de Torres, tendo nos anos 20, sido formada uma comissão para organizar mais a sério os festejos de rua.
A primeira Batalha de Flores com carros alegóricos organizou-se em 1931, mas foi a partir de 1960 que o Carnaval de Torres começou a realizar-se regularmente e com características únicas. 
É um Carnaval popular e muito diferente de outros Carnavais, pois tem como principal característica a espontaneidade. Tem crescido ano após ano e assume-se como o mais “Português de Portugal”.
As "matrafonas" são um dos símbolos do Carnaval de Torres tendo-se tornado num dos seus ícones mais fortes. São homens mascarados de mulher, mas homens que não se devem confundir com travestis porque os fatos que vestem são fatos que não ficam bem a mulher nenhuma. As matrafonas satirizam os toques femininos e representam, normalmente, a mulher socialmente "mal comportada". Aqui até a rainha do Carnaval é um homem.

E com este post convido-vos a vir à minha terra para se divertirem à grande e à Torreense no 
CARNAVAL MAIS PORTUGUÊS DE PORTUGAL

sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2011

Legumes salteados com peito de frango e massa

Comprei uma variedade de massa "fettuccine all uovo" da Buittonni que estava ansiosa por experimentar. Tinha tirado peitos de frango do congelador para o almoço e precisava de qualquer coisa bem rápida.
Fazer o quê? Massa com frango parecia-me pouco. Que tal juntar uns legumes. Então cá vai!!


Ingredientes:

Massa "fettuccine all uovo"
2 peitos de frango
mistura de legumes (tenho normalmente congelado e pronto a usar, saquinhos onde ponho: courgettes, beringela, tomate, cebola, cenoura...)
alho
azeite
sal aromatizado
coentros

Preparação:

Coze-se a massa conforma as instruções da embalagem (esta foi só 5 min depois de ferver).
Na Wok coloca-se o azeite, o alho picadinho e deixa-se fritar um pouco.
Coloca-se entretanto o frango em pedacinhos pequenos e vai-se mexendo e fritando ligeiramente.
Logo que ganhe cor junta-se os legumes e envolve-se bem. Tempera-se com sal aromatizado e coentros picados (só os talos).
Deixa-se fritar na Wok, mexendo de vez em quando.
Depois de pronto polvilha-se com as folhas de coentros picadinhas.
Serve-se colocando a massa no prato e por cima deita-se o preparado de legumes com o frango.

quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2011

Salada de frango e laranja

No  sábado passado fui às compras já tarde. A caminho do supermercado ia pensando no que havia de fazer para o jantar (que ao fim de semana costuma ser petisco).
Faço ameijoas? Cogumelos? Gambas? Nã!!! Não me apetece nada disto!!!
Liguei para os rapazes que também não estavam com grandes apetites. Queriam qualquer coisa leve.
Ainda bem porque eu também não estava com grande vontade de ir para a cozinha.
Entretanto, o moço que estava à minha frente na charcutaria pediu 1 frango assado e lembrei-me que podia desfiar frango para fazer uma salada. Feito!!!!

E assim se decidiu o que fazer para o jantar



Ingredientes:
1 embalagem de salada gourmet
1/2 frango assado
1 laranja
nozes
molho de vinagrete (*)

Preparação:
Lava-se e escorre-se a salada.
Desfia-se o frango.
Descasca-se a laranja, corta-se ao meio e depois em rodelas.
Partem-se as nozes em bocadinhos.
Coloca-se tudo numa saladeira (à excepção da laranja) e tempera-se com sal  o vinagrete. Envolve-se bem e no fim põe-se a laranja (só ponho no fim porque não gosto que absorva o sabor do vinagrete, gosto do contraste da laranja na salada).



E assim se conseguiu uma refeição super rápida e repleta de cor e sabor.


(*) O vinagrete faço assim:

2 colheres de chá de mostarda Dijon
2 colheres de sopa de vinagre de framboesa
6 colheres de sopa de azeite
sal e pimenta a gosto

Colocar os ingredientes numa tigela e mexer muito bem com uma vara de arames.

quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2011

Bifinhos de peru panados no forno

Depois da visitinha diária aos blogs dos amigos, num dia em que estava sem inspiração para o jantar, deparei-me com esta coisa maravilhosa no blog da Hélia.

Foi dito e feito, já tinha solução para os bifinhos de peru que tinha deixado a descongelar para o jantar.

Então aqui está a minha versão:


Ingredientes:
Bifes de peru
Sementes de mostarda (não está na receita original), ,
Ervas aromáticas, sal e pimenta (a gosto),
Sumo de limão (não está na receita original),
Pão ralado aromatizado com alhos e coentros (fiz na Bimby)
Azeite

Preparação:
No fundo do tabuleiro deitei um fiozinho de azeite.
Distribui os bifinhos pelo tabuleiro e temperei com sal, pimenta, sementes de mostarda e ervas de provence, (como dizia a Hélia cada um tempera a gosto, usem e abusem das ervas aromáticas) e  reguei com o sumo de 1/2 limão.
Deixei uma horita a ganhar sabor e neste espaço de tempo preparei o pão ralado na Bimby.
Depois polvilhei por cima com o pão ralado aromatizado e reguei com mais um pouco de azeite.
Levei ao forno até estar a carne estar cozinhada. 

Acompanhei com batatinha frita e espinafres salteados em alho e azeite.












Ficou mesmo muito bom!!!

terça-feira, 15 de Fevereiro de 2011

Vulcões de chocolate com gelado de baunilha

Enquanto eu preparava o jantar de ontem pedi ao meu filho mais velho para preparar a sobremesa.

Como era dia dos namorados o chocolate era obrigatório. Rápidos de fazer, os vulcões de chocolate com gelado e morangos são sempre uma boa opção.

Infelizmente  não consegui arranjar morangos mas mesmo sem eles ficou uma sobremesa divina.

Esta foto não ficou grande coisa, mas o sabor, garanto, era óptimo!!!

Ingredientes:
3 ovos
50 gr. açúcar
15 gr. farinha
50 gr. manteiga
100 gr. chocolate preto

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 270 º
Coloque no copo da bimby bem seco o chocolate e triture 8 seg vel 9.
Limpa-se as paredes do copo com a espátula e junta-se a manteiga, os ovos e o açúcar. Programa-se 3 min, temp 50º, vel 2.
Por último, acrescenta-se a farinha e programa-se 15 segundos, velocidade 3.
Coloque a mistura (até meio) em forminhas individuais untadas com manteiga e polvilhadas com farinha e coloca-se em cada forminha 1 ou 2 quadradinhos de chocolate.
Leva-se ao forno (cerca de 170º) aproximadamente 1º min.
Retira-se, desenforma-se e serve-se com gelado de baunilha e, havendo morangos, aconselho que os sirvam também

segunda-feira, 14 de Fevereiro de 2011

Risotto de gambas e caril para o jantar dos namorados


Há cerca de 5 ou 6 anos resolvi sair para jantar fora neste dia. O jantar foi um verdadeiro fiasco.

Depois de ter corrido quase todo o concelho de Torres Vedras à procura de um restaurante com uma mesinha para 2, acabei por jantar às 22h30 e numa churrasqueira que, enfim… não sendo um mau restaurante não era propriamente o tipo de restaurante que eu tinha idealizado.

Desde essa altura decidi: Jantar fora nesta data, nunca mais!!!

Por outro lado, ultimamente não tenho achado muita piada a esta festa em que o consumismo se sobrepôs àquilo que deve ser a verdadeira intenção da data: celebrar o Amor.

Apesar de tudo, há uma coisa que continuo a não dispensar: Um jantarinho caprichado.
Nem sempre é a 2 porque os meus rapazes também têm de jantar (eeehheeehhh!!), mas é sempre um jantarinho que se pretende agradável.

Tinha pensado fazer este risotto que vi há uns tempos no Cinco Quartos de Laranja, mas hoje vi este Chao mein de gambas no blog da Duxa que também me atraiu bastante. Decidi-me pelo primeiro mas a Duxa que me aguarde porque o prato dela não está esquecido.

Infelizmente não consegui arranjar aqui na santa terrinha todos os ingredientes da receita original mas não foi por isso que o prato não foi um sucesso.


 Para a sobremesa o chocolate não podia faltar e resolvi servir uns vulcões de chocolate com gelado de baunilha. Amanhã mostro.

Ingredientes:
3 chalotas picadas (usei uma cebola média)
2 dentes de alho picados
1,5 dl de azeite
1 tomate grande bem maduro
1 colher de chá de pasta de caril vermelho (usei 1 colher de sopa de pó de caril)
1 colher de sopa de gengibre ralado
1 colher de chá de paprika
1,5 dl de vinho branco
150 g de cogumelos shiitake cortados (usei cogumelos brancos biológicos)
350 g de arroz para risotto
800 g de camarão com a casca
200 ml de leite de coco
180 g de ervilhas congeladas
1 l de caldo de camarão (aprox.)
1 raminho de coentros picados
sal
1 limão cortado aos gomos ou em rodelas (facultativo) – não usei

Preparação:
Cozer o camarão com a casca. Descascar os camarões e reservar. Triturar as cascas e as cabeças e coar o caldo.
Num tacho colocar o azeite, as chalotas (no meu caso a cebola), o alho, o gengibre, o tomate limpo de peles e sementes e deixar refogar um pouco.
Adicionar a paprika, o caril e o arroz. Mexer e refrescar com o vinho branco.
Adicionar os cogumelos e o leite de coco. Deixar cozinhar uns minutinhos e acrescentar um pouco de caldo de camarão  e um pouco de sal.
Juntar as ervilhas. À medida que o arroz vai cozendo, vai-se adicionando aos poucos o caldo de camarão. Uns minutinhos antes de arroz estar cozido, juntar o miolo de camarão.
Antes de servir, juntar um ramo de coentros picados e servir com gomos ou rodelas de limão.

Relativamente a este último passo:
Os coentros - esta cabecinha já não estava nem aí  e, com a pressa de levar o risotto para a mesa, passou-me ao lado.
O limão - não usei por opção.

Mesmo assim ficou espectacular!! Sem dúvida um prato a repetir!!!



domingo, 13 de Fevereiro de 2011

Filetes de peixe gato com gratinado de tomate e natas

Experimentei aqui há uns tempos umas espetadas de peixe gato (ou panga) e gostei imenso.  Agora, comprei os filetes.

Mas não me apetecia os filetes tradicionais. Andei pela net e havia imensas alternativas. Mas continuava desinspirada. Lembrei-me entretanto que a minha mãe, em tempos, fazia uns filetes com molho de tomate que eram uma delicia. Mas nem eu nem ela nos lembramos bem da receita. Como me lembro mais ou menos do ingredientes... mãos à obra!!!


Ingredientes
Filetes de peixe gato
sal
pimenta verde
tomilho
alho em pó
sumo de limão
3 dentes de alho
azeite
calda de tomate
1/2 pacote de natas
coentros

Preparação:
Temperam-se os filetes c/ sal aromatizado, pimenta verde, tomilho, alho em pó e sumo de 1/2 limão  Deixa-se repousar cerca de 30 min.
Numa frigideira coloca-se o azeite com 3 dentes de alho esmagados. Deixa-se fritar ligeiramente o alho e de imediato colocam-se os filetes a fritar. Vai-se virando e depois colaca-se num tabuleiro.
Ao azeite de fritar o peixe junta-se um pouco de calda de tomate e envolve-se bem. Depois deita-se 1/2 pacote de natas e deixa-se apurar mais um pouco.
Coloca-se este preparado por cima do peixe que foi colocado na travessa e vai ao forno cerca de 20 min.

Acompanhei com batatinhas no forno temperadas com tomilho.


Lembro-me vagamente que na receita original os filetes eram fritos da forma tradicional, pelo que esta receita ficou bem diferente mas, de igual modo, deliciosa.

Quantos aos filetes em si, as opiniões dividiram-se entre: "os de pescada são melhores" ou "estes também são muito bons". Enfim... Gostos!!! e gostos não se discutem!

sábado, 12 de Fevereiro de 2011

Bolo de coco para quem não foi passear

Há 3 coisas que são indispensáveis na minha vida: o cinema, as viagens e a cozinha.

Como tenho uma experiência "A vida é bela" para gastar até 28/2 e estou a precisar de arejar um pouco, tentei marcar estadia para dar um passeiosito este fim de semana.

O destino, claro, era o Alentejo, local onde consigo descansar e ter paz.
Não nasci no Alentejo, nunca lá vivi, mas as minhas raizes maternas são de lá. Apesar de não ter lá nascido, sinto-me alentejana.
Para mim o Alentejo é um porto de abrigo. Adoro a paisagem, o cheiro, a comida, as pessoas...e, de vez em quando, sinto necessidade de lá ir.

Mas foi complicadisimo. Nos 6 locais eleitos, tudo esgotado (um deles só tem fins de semana lá para Junho). Estava convencida que havia crise, mas parece-me que não é geral, eheheh!!!!

Então, já que o fim de semana se prevê chuvoso (diziam os senhores da meteorologia porque eu ainda não dei por isso) acabei por desistir e adiar este meu passeio.

Claro que fiquei com uma neura terrível e por isso, vou enroscar-me no sofá e comer este bolinho que cai mesmo bem com um cházinho.

A receita está num livro da Nestlé com "Receitas de doces com leite condensado na Bimby" , que saiu há uns tempos e tem receitas irresistíveis.

Esta não é a melhor do livro mas é bastante boa e serviu para aproveitar um pacote de côco que já andava pela despensa há algum tempo.



Ingredientes:
50 g de açucar
120 g manteiga amolecida
170 g leite condensado
200 g farinha
1 colher chá fermento em pó
150 g coco ralado
coco ralado para decorar

Preparação:
Pré aquecer o forno a 150º
Coloca-se no copo da Bimby o açucar, os ovos e programa-se 1 min, 50º, vel 3
Junta-se a manteiga, o leite condensado e programa-se 20 seg, vel 3
Incorpora-se a farinha, o fermento, o coco ralado e programe 15 seg, vel 3
Unta-se e polvilha-se uma forma com cerca de 24 cm de diâmetro. Deita-se a massa e alisa-se.
Leva-se ao forno cerca de 40 min.
Retira-se do forno e deixa-se arrefecer.
Desenforma-se e polvilha-se com coco ralado.

quarta-feira, 9 de Fevereiro de 2011

Fettuccini com grelos e bacon


Esta massinha fiz para aproveitar a massa que tinha feito para o almoço e não se comeu toda. Juntando com umas coisitas que havia na despensa e no frigorifico... ficou de comer e chorar por mais!!!!

Ingredientes:
massa (fiz com fettuccini mas pode ser outra qualquer)
azeite
3/4 dentes de alho picadinhos
Grelos congelados (1/2 embalagem)
1 latinha de ervilhas com cenouras bebé
200 g de bacon em palitos
Sal aromatizado a gosto
Coentros

Preparação
Cozer a massa em água a ferver temperada de sal e com um fiozinho de óleo.
Entretanto, grelhar o bacon numa frigideira anti-aderente até ficar douradinho.
Colocar o azeite e os alhos picados numa frigideira e saltear os grelos. Tempera-se com uma pitada de sal aromatizado. Cozinhar cerca de 7 minutos a 8 minutos, mexendo sempre para não pegar. A meio da cozedura junta-se as ervilhas e as cenouras. Junta-se entretanto o bacon, que entretanto se grelhou
Escorre-se a massa e adiciona-se ao preparado da frigideira. Envolver muito bem a massa com os legumes, deixando fritar ligeiramente.

terça-feira, 8 de Fevereiro de 2011

Queques/queijadas de queijo creme e morangos

Há coisas que tenho o hábito de comprar para ter em casa mesmo sem um objectivo especifico, não vá apetecer-me fazer isto ou aquilo. O pior é que às vezes o prazo aproxima-se do fim antes de as usarmos e lá temos de lhes dar uso à pressa antes que se estraguem.

Um dia destes dei com uma embalagem de queijo creme mesmo no fim do prazo. Tinha de fazer qualquer coisa, mas o quê? Já era tarde e não me apetecia ir dar volta às receitas, por isso o melhor era inventar qualquer coisa.

Podia fazer uns queques!!! E se pusesse morangos? Acho que fica bem!!! Ora vamos lá!!!

Ingredientes:
150 g açucar
3 ovos
1 embalagem de queijo creme
125 g de farinha
100 g de morangos (usei congelados)
chocolate culinária 

Preparação:
Coloca-se o chocolate para culinária no copo da Bimby e dá-se 3 ou 4 golpes de turbo para deixar em lascas pequenas. Reserva-se. Faz-se o mesmo aos morangos. Reserva-se também.
No copo da Bimby junta-se o açucar com os ovos e bate-se 3 min vel 3.
Depois junta-se o queijo creme e volta a bater-se 1 min vel 4.
Entretanto deita-se a farinha e envolve-se 10 seg vel 5. No fim deita-se os morangos e envolve-se com a espátula.
Deita-se a massa nas forminhas para queques previamente forradas com forminhas de papel (ou untadas com margarina e polvilhadas de farinha) e polvilha-se com o chocolate reservado.
Vai ao forno cerca de 15 min.



Ficaram assim uma mistura bem apetitosa que não é queque nem queijada.
O contraste fresco do bolo e dos morangos com as raspas de chocolate resultou muito bem.
Resumindo: Prova superada!!

segunda-feira, 7 de Fevereiro de 2011

Bolo de chocolate com laranja

Não resisto a chocolate. E acho irresistível a mistura de chocolate com laranja, com morangos ou com framboesas. Adooooro!!!

Um dia destes lembrei-me de fazer uma experiência de bolo de chocolate com laranja. Huuuummmm!!! Que delícia!!!

Levem uma fatia e digam lá se não está fantástico!!!



Ingredientes:
200 g de açucar (100 g branco + 100 g  mascavado)
4 ovos
150 g margarina
100 ml de leite
250 g farinha
100 g de chocolate em pó
Casca e sumo de 1 laranja

Preparação:
Na Bimby, tritura-se a casca de uma laranja. Acrescenta-se os açucares, os ovos  e a margarina e bate-se 4 min temp 37º vel 4.
Adiciona-se o leite, o sumo de laranja e bate-se 15 seg vel 4.
Entretanto adiciona-se o chocolate e a farinha. Bate-se mais 15 seg vel 6.
Coloca-se na forma previamente untada com margarina e polvilhada com farinha e deita-se por cima raspas de chocolate ou pepitas  (usei raspas).
Vai a cozer em forno médio cerca de 40 minutos.

Tal como previa ficou uma mistura deliciosa!!!!

Domingo de sol... Finalmente!!!!

Ultimamamente o tempo não tem convidado a sair de casa. Ora chove, ora faz vento, ora está um frio do caraças!!! Enfim uma "deprê" que ninguém aguenta!!!!
Esta semana apesar de frio, o Sol tem brilhado e o meu ânimo melhora logo.
Eu adoro o Inverno mas o Sol faz-me muita, muita falta (vá-se lá perceber esta cabeça), mas eu explico: O Inverno cheira-me a chá e torradas, a forno a trabalhar, a comida de conforto, a mantinha no sofá com um bom filme, enfim... a conforto do lar! Mas o Inverno que eu gosto é o Inverno frio mas com Sol radioso, como tem estado esta semana...Às vezes pergunto-me como é que seria se eu vivesse em Londres, eheheh!!!!
Os meus domingos ultimamente têm sido passados entre a bancada da cozinha e o sofá, mas hoje o Sol brilhava demais para que o programa das festas fosse esse. Com este Sol cheira-me a praia e quando falo de praia falo da minha... Santa Cruz.
Por acaso não gosto muito de lá ir ao domingo à tarde, porque está sempre montes de gente, mas hoje tinha de ser. Precisava mesmo de carregar baterias.
O mar estava bravíssimo, mesmo mar de Inverno. O Sol brilhava. As pessoas enchiam as esplanadas. Enfim... Um belo domingo de Sol.
E esta é a minha praia, digam lá se não é linda:
Penedo do Guincho

Praia Norte mais conhecida por Praia do Max

"O Calçadão"

sábado, 5 de Fevereiro de 2011

Bacalhau em cama de grelos com crosta de broa

A semana passada comi num restaurante, um daqueles pratos de bacalhau que tinha de experimentar fazer em casa. 

Já experimentei e ficou excelente. Posso até dizer que não fica a dever nada ao do restaurante!!!!

O que comi no restaurante tinha crosta de broa com azeitonas pretas. Como isto foi decidido meio à pressa e não tinha azeitonas fiz a crosta com alho e coentros. Aprovadissima!!!



Ingredientes:
3 postas de bacalhau (usei 2 rabos e 1 posta)
Batatas pequenas
6 dentes de alho
1 molho de grelos (tive de usar 1 embalagem de congelados pq não havia frescos na frutaria)
1/2 broa de milho pequena
coentros
azeite

Preparação:
No copo da Bimby ponho 3 dentes de alho e um molhinho de coentros. Tritua-se 5 ou 6 seg na vel 7. Junta-se a broa de milho e tritura-se de novo 10 seg vel 7. Reserva-se.
Lava-se muito bem as batatas e põe-se a cozer em água a ferver com 2 boas mãos de sal , durante cerca de 10 min (não ficam salgadas). Depois retiram-se para um tabuleiro e leva-se ao forno cerca de 15 a 20 min regadas com 2 conchas da água de as cozer. No final retira-se, limpam-se e dá-se-hes um murro.
Ao mesmo tempo cozem-se os grelos. E noutro tacho coze-se também o bacalhau.
Depois de cozido, deixa-se arrefecer  um pouco o bacalhau para depois desfiar.
Entretanto coloca-se o azeite e 3 dentes de alho bem picadinhos numa frigideira e quando começa a ferver junta-se o bacalhau desfiado. Vai-se mexendo e envolvendo o bacalhau no azeite e no alho.
Depois de cozidos escorrem-se os grelos e colocam-se no fundo do tabuleiro. Por cima coloca-se o bacalhau.
Na frigideira onde se fritou o bacalhau deita-se mais um pouco de azeite e frita-se um pouco a broa. Quando estiver lourinha põe-se em cima do bacalhau.
Vai ao forno a alourar.
Acompanha-se com a batata que depois de tirar do forno levam o murro e são regadas com um fio de azeite quente com um dentinho de alho.

Uma experiência a repetir, sem dúvida nenhuma!!!

sexta-feira, 4 de Fevereiro de 2011

Iogurtes de bolacha, banana e laranja

Ultimamente não tenho feito muitos iogurtes mas, de facto são uma mais valia e tenho de me voltar a habituar.

Ontem à noite tinha na fruteira uma banana demasiado amarela para que alguém lhe tocasse e lembrei-me logo destes iogurtes publicados na Revista Bimby Momentos de Partilha, de Janeiro de 2009.

Os meus filhos adoram!!!! Fica um iogurte muito cremoso e saboroso, faz lembrar a papinha que lhes fazia quando eram pequenos com os mesmos ingredientes.

Antes de iniciar o processo de preparação dos iogurtes lavo bem os frascos e as respectivas tampas e depois coloco-os no micro-ondas 3 ou 4 minutos para esterilizá-los (não é o processo de esterilização normal, mas como também não vão durar muito tempo, serve!!!).
 


Ingredientes:
80 gr de bolacha Maria
200 gr de banana (1 banana grande)
sumo de 1/2 laranja
80 gr de açucar
1 litro de leite
50 gr de leite em pó
1 iogurte natural

Preparação:
Coloca-se a bolacha no copo e programa-se 10 Seg.Vel.9
Retira-se e reserva-se
Coloca-se no copo a banana, o açúcar e o sumo de laranja e tritura-se 5 Seg.Vel.5.
Programa-se mais 8 Min.Temp.Varoma, Vel.1.
Retire o copo da máquina para arrefecer.
De seguida junta-se 500 gr de leite, o leite em pó, a bolacha reservada e programe 1Min.Vel.7
Acrescente o resto do leite e o iogurte e programe 4Min.Temp.50º.Vel4.

Fermentação:
A textura do iogurte depende da forma como este é abafado, por isso, terminado o tempo temos várias soluções para concluir o processo:
1. Usa-se uma iogurteira;
2. Abafa-se o copo da Bimby com uma manta polar ou saco térmico durante 8 a 10 horas.
3.E a minha solução: Como não tenho iogurteira e gosto de deixar a Bimby pronta a usar, tenho de ser um pouco inventiva, então, encho logo os frasquinhos de iogurte e  coloco-os num saco térmico. Depois, embrulho numa manta bem quentinha. E resulta!!
Desta vez como o frio é muito, tive medo de não ser suficientemente quente e coloquei os frascos num 1º saco térmico mais pequeno, que embrulhei numa toalha, e depois voltei a pôr noutro saco térmico maior, que enrolei na dita manta.

Dá para cerca de 8 frasquinhos.

Já estão no frigorifico e ficaram perfeitos!!! Vai uma colherzinha?

Comprinhas

Gosto muito de fazer compras para a casa. Quando vou a algumas lojas a minha vontade é deitar fora as coisas que tenho em casa para poder comprar coisas novas. Mas infelizmente não é possível e lá vou resistindo, porque senão não há armários nem carteira que vedem!!!!
Mas a semana passada fui ao Espaço Casa e não resisti a estas coisinhas que estavam a muito bom preço:

 Digam lá se não foram boas compras:

O prato de pé - 4,95 € (andava há imenso tempo para comprar um)
As frigideiras - 3,95 € e 5,95 € (precisava mesmo de substituir as minhas e estas são tão giras)
O conjunto de caivas de vidro com tampa - 5,95 € (as 4!!! )- A maior dá perfeitamente para guardar uma dose de sopa para 4
O cortador redondo (não deve sereste o nome)- 3,95 €.

E pronto, lá tenho de ir dar volta aos armários para as tentar encaixar!!!!

quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2011

Salada de espargos com bacon e ovo

Nunca tinha feito espargos, mas um dia destes o meu marido falou tanto disso que acabei por comprar um molhinho. Mas andaram de um lado para o outro no frigorífico, porque não sabia como fazê-los, até porque não é das coisas que mais aprecio (ou não apreciava, porque depois desta receita mudei de ideias).

Um dia destes, na minha voltinha pela blogosfera dei de caras com esta salada maravilhosa neste blog que tanto aprecio. Pronto: solução arranjada para os espargos.E que solução deliciosa.

Fiz muito poucas alterações à receita original mas aqui fica a minha versão:


Ingredientes:
1 molho de espargos verdes
ovos (um por pessoa)
nozes ou avelãs tostadas (não usei pq não tinha mas acho que devem ficar muito bem)
Mistura para saladas (usei salada gourmet do Mini-Preço)
10 fatias de bacon

Preparação:
Colocar uma panela com água e sal ao lume. Quando começar a ferver adiciona-se os espargos previamente arranjados e deixa-se cozinhar durante 4 minutos. Escorre-se bem os espargos (*) e deixa-se a escorrer sobre papel absorvente .
Numa frigideira anti-aderente aloura-se o bacon.
Coloca-se um tachinho com água ao lume. Quando a água ferver adiciona-se os ovos e coze-se durante 6 minutos. Depois coloca-se os ovos em água fria para descascar.
 Vai-se colocando a mistura para saladas numa travessa ou prato e depois os espargos, o bacon cortado em pedaços, o ovo aberto e as nozes picadas grosseiramente (eu, como já disse, não usei).

 (*) A receita original manda mergulhar os espargos em água fria, mas como estava tanto frio achei melhor não o fazer . Assim, adicionei os espargos e o bacon mornos para que  não ficasse um prato tão frio. Resultou!!!

Tempera-se com o molho seguinte molho vinagrete (dobrei a receita original):

2 colheres de chá de mostarda Dijon
2 colheres de sopa de vinagre de framboesa
6 colheres de sopa de azeite
sal e pimenta a gosto

Colocar os ingredientes numa tigela e mexer muito bem com uma vara de arames.

Aconselho vivamente!!!É mesmo deliciosa!!! Pena que me distrai com os ovos e deixei cozer demasiado.

quarta-feira, 2 de Fevereiro de 2011

Lombinhos de porco assados no forno com batatinhas

Adoro comida de forno e com o frio que tem estado ainda me apeteceu mais ligar o forno e fazer estes lombinhos de porco.


Ingredientes:
3 lombinhos de porco
3  ou 4 dentes de alho
1 colher de chá mostarda em grão
1 colher de chá coentros em grão
1,5 colher de chá de hot stuff (um tempero excelente que descobri aqui)
sal e piri-piri (a gosto)
2 colheres de sopa de polpa de tomate
Azeite
vinho branco
batatinhas parisienses

Num almofariz colocam-se os alhos, a mostarda, os coentros, o hot stuf e o sal e pisa-se até formar uma massa.
Depois junta-se a polpa de tomate, o azeite (para ligar) e mistura-se bem.
Colocam-se os lombinhos no tabuleiro e temperam-se com a mistura preparada. Rega-se com vinho branco e um fiozinho de azeite e deixa-se repousar cerca de 1 hora.
Como habitual coloquei a folha de aluminio e foi ao forno a assar. Sensivelmente a meio da cozedura juntam-se as batatas e acrescenta-se um pouco de água ou vinho branco (eu prefiro àgua).
Vai novamente ao forno, cerca de 15 min ainda com a folha de aluminio e depois até estar assado (depende do forno) sem a folha de aluminio.


Gosto muito destes assados no forno!!!!

terça-feira, 1 de Fevereiro de 2011

Chilli

O meu filho mais velho ficou de apetites: Queria Chilli!!!

No sábado passado juntou-se com os amigos da secundária. Agora que estão cada um para seu lado têm de arranjar sempre um motivo para se encontrarem. Normalmente é uma futebolada e depois uma saídinha à noite.

Desta vez resolveram jantar cá em casa e fazer uma degustação de cervejas estrangeiras: Corona, Desperados, Budweiser e Guiness (chegaram à conclusão q não há nada como a boa cervejinha portuguesa). Acabaram a noite com umas partidinhas de Trivial e Cluedo. Já nem sequer sairam, estão a ficar velhotes!!!

Mas eu gosto de os ter por cá e prontifico-me sempre para lhes preparar o jantar.

Desta vez, com o rapaz a desejos e sendo algumas das cervejas mexicanas, lá saiu o Chilli.


Ingredientes:
700 gr de carne picada
3 latas de feijão manteiga
1 Cebola
2 dentes de Alho
1 Pimento Vermelho
50gr de Azeite
200gr de Tomate
1 colher de café de Cominhos
1 malagueta (usei 2 colheres de sobremesa de piri-piri caseiro)
Sal a gosto

Preparação:

Deite o azeite no copo e programe 3 Min., Temp.Varoma, Vel.2.
Em seguida, deite a cebola, o alho e o pimento e pique durante 10 Seg., Vel.5.
Adicione o tomate e pique tudo durante 20 Seg., Vel.7. Refogue então por 7 Min., Temp.100º, Vel.2.
Adicione a carne, os cominhos, o piri-piri e programe 10 Min., Temp.100º, Vel.1.

Aqui passou a modo manual dada a quantidade necessária não caber na Bimby.

Deitei o preparado de carne num tacho e juntei o feijão bem escorrido. Rectifiquei os temperos e levei ao lume até ferver. Fui mexendo sempre e deixei apurar cerca de 5 min.