segunda-feira, 31 de Janeiro de 2011

Doce de leite condensado de chocolate

No jantar de que vos falei ontem deram-me uma daquelas receitas que não precisam de se escrever em lado nenhum, porque são tão fáceis que não dá para esquecer. Mas eu escrevo-a aqui porque assim fica acessível a quem a quiser levar!!!

Claro que tratando-se de uma receita com chocolate e tendo eu 5 miúdos na casa dos 20 anos a jantar no sábado à noite tinha de experimentar fazer a tal sobremesa.

Vejam lá se há coisa mais fácil.


Ingredientes:
2 latas de leite condensado de chocolate
2 pacotes de natas.

Preparação:
Coloca-se o conteúdo de uma das latas de leite condensado de chocolate no fundo de uma taça.
Batem-se as natas com a outra lata (Bati na Bimby - 1 min., vel 4) 
Coloca-se por cima do preparado anterior e vai ao frigorífico.
Enfeitei com chocolate raspado.

E já está!! Eu não disse que era fácil!!!

Nota: Segundo a colega que me deu a receita vai ao congelador. Eu pus só no frigorífico e estava bem bom!!!!

domingo, 30 de Janeiro de 2011

Mexilhões em molho vinagrete com pimentos

Na 6ª feira passada estive no jantar de despedida de uma colega de trabalho. Para além de ter sido uma noite de agradável convívio foi também uma noite bastante boa do ponto de vista gastronómico.

Adorei as entradas, estavam muito boas, especialmente os mexilhões em vinagrete e umas trouxinhas de camarão em massa filo.
Quando chegou a hora de escolher o prato principal havia uma grande indecisão, então fiz uma "vaquinha" com 2 colegas e partilhámos um prato de bacalhau e um prato de carne.
A sobremesa foi fácil: Havia coullant de chocolate com gelado de morango! Só tive de pedir para trocar por gelado de baunilha. Uma verdadeira delícia.

Só foi pena não ter levado a máquina fotográfica!!!

Mas estou a falar deste jantar porquê? Porque não resisto a experimentar alguns daqueles pratos cá em casa. Um dia destes vou experimentar o bacalhau. Este fim de semana experimentei os mexilhões.



Ingredientes:
1 Kg de mexilhões de meia casca

Para o vinagrete:
1 cebola doce
1/2 pimento vermelho
1/2 pimento verde
1 molhinho de coentros
2,25 dl azeite
0,75 dl vinagrede framboesa
1 colher sopa de mostarda dijon
sal

Preparação:
Colocar 1 l de água no copo da Bimby. Colocar os mexilhões na varoma e programar 20 min, temp. varoma, vel 1.
Entretanto prepara-se o vinagrete:
Junte o azeite, o vinagre e a mostarda e envolva muito bem. Pique em pedacinhos bem pequenininhos os pimentos e a cebola e coloque numa tacinha. Junte o vinagrete e os coentros picadinhos. Tempere com sal a gosto.
Entretanto coloque os mexilhões numa travessa e deite o vinagrete por cima dos mexilhões.

Só vos digo! Uma maravilha!!!
Óptimo para uma entrada ou (como foi o caso) para o petisco de domingo à noite cá de casa.

sexta-feira, 28 de Janeiro de 2011

Moelas à minha moda

Este é um prato muito apreciado cá em casa, quer como refeição principal, acompanhado com batatas fritas, quer como petisco para os jantares do fim de semana.
Se quiserem aproveitar a ideia para este fim de semana... Cá está ela:

Ingredientes:
1 Kg de moelas
1 cebola picada
3 dentes de alho
1 tira de pimento verde
1 tira de pimento vermelho
2 tomates pequenos (normalmente uso congelados)
1 folha de louro
1 copo de vinho branco
Azeite
sal, pimenta moida na hora e piri-piri (a gosto)

Preparação:
Arranjam-se as moelas e colocam-se no tacho com os restantes ingredientes. Mexe-se bem e deixa-se repousar cerca de 30 minutos.
Põe-se o tacho ao lume (baixo) e deixa-se estufar mexendo de vez em quando.


Parecem apetitosas ou não?

quinta-feira, 27 de Janeiro de 2011

Penne de atum aromatizada com manjericão

Quando saimos tarde do trabalho, não descongelámos nada para o jantar e nem sequer temos sopa, a melhor solução é fazer uma pasta.
Desta vez saiu penne com atum na wok. As folhas de manjericão fresco deram um toque muito agradável!!



Ingredientes:
Massa penne
1 lata grande de atum
1 lata de milho
1 lata de cogumelos laminados
1 tomate (usei congelado)
1 tira de pimento vermelho
2 dentes de alho
fohas de manjericão fresco
sal e mistura de pimentas (a gosto)
azeite

Preparação:
Enquanto a massa coze em água temperada com sal e com um fio de azeite, faz-se o refogado de atum.
Numa Wok coloca-se um fio de azeite, os dentes de alho picadinhos e deixa-se alourar.
Junta-se o atum, o milho, os cogumelos, o pimento em quadradinhos e as folhas de manjericão.
Tempera-se com sal e a mistura de pimentas moida na hora.
Vai-se mexendo e deixa-se apurar um pouco.
Quando a massa estiver cozida, escorre-se e junta-se ao preparado na Wok, envolvendo bem.

E pronto... foi num instante!!!! E estava bem bom!!!

terça-feira, 25 de Janeiro de 2011

Creme de legumes com coentros


Com o frio que tem estado as sopinhas são sempre uma opção simpática para servir ao jantar.
Com a Bimby consegue fazer-se umas sopinhas bem cremosas.
Esta ficou muito saborosa.


Ingredientes:
1cebola
3 dentes de alho
coentros
50 gr azeite
2 batatas em pedaços
2 courgetes em pedaços
2 cenouras
½ alho francês
4 ou 5 folhas de alface
Sal (a gosto)
água q.b.

Preparação:
No copo coloca-se a cebola, o alho, o azeite e os talos dos coentros. Pica-se 5 seg/vel 5.
De seguida refoga-se 5 m/Varoma/vel 1.
Junta-se as batatas, a courgete,  as cenouras, o alho francês e a alface. Adiciona-se o sal, completa-se com água e programa-se 25 m/100º/vel 1.
Junta-se os coentros e programa-se 30 seg/vel 5-6-7.
Rectifique os temperos e se necessário triture um pouco mais.


No meu prato -  os outros não quiseram porque acharam que a sopinha estava muito boa -  coloquei uma colherzinha de café de Garam Masala e envolvi bem. Ficou muito agradável.

segunda-feira, 24 de Janeiro de 2011

Rolo de carne com ovos cozidos

Há imensos talhos que fazem rolo de carne com diversos recheios. Cá em casa adoramos o rolo recheado com ovos cozidos e por isso prefiro prepará-lo em casa.
Preparo normalmente a carne da mesma forma que preparo a carne para os hamburgures conforme já falei aqui.
Depois coloco a carne na bancada e formo um quadrado colocando no meio os ovos cozidos previamente.

Faz-se o rolo e envolve-se com pão ralado. Coloca-se no tabuleiro. 
Rega-se com cerveja e um fio de azeite e leva-se ao forno tapado com papel de aluminio. 
Vai-se virando de vez em quando e regando com o molho.
Quando está quase assado retira-se o papel de aluminio e deixa-se corar.

É mesmo bom!!!

domingo, 23 de Janeiro de 2011

Rolinhos de queijo e fimbre

Normalmente aproveito as tardes de domingo para cozinhar e, de há uns tempos para cá, há coisas que deixei de comprar e aproveito as tardes de domingo para as fazer. Para além da contenção de custos é muito agradável saber que estamos a comer com maior qualidade e saúde, e quando ouvimos os filhos dizer: "Mãe, estes rolinhos são os melhores que já comi", só nos dá vontade de continuar.

Neste caso, a Bimby é uma ajuda preciosa. Eu considero que não sou  uma “bimbydependente" - há imensas coisas para as quais não dispenso os meus tachos - mas neste caso, na Bimby, a massa faz-se num instante e fica óptima.

Ora estes rolinhos não são, nem mais nem menos, que a massa dos rissóis recheada com queijo e fiambre. Podem ainda utilizar-se outros recheios como por exemplo, chouriço ou salsichas.

Ingredientes:


Massa dos Rissóis:
(Livro Bimby - As receitas essenciais - pg. 62):

250g de Água
30 g de Margarina
5 g azeite
250g  de Farinha
1 pitada de sal

Recheio:
queijo
fiambre

Preparação:
No copo da Bimby colocar a água, a margarina e o azeite e programar 5 min, vel. 1, temp. 100º.
Deitar a farinha e programar 20 seg, vel. 4.
Retira-se a massa para um recipiente e amassa-se mais um pouco com as mãos. Forma-se uma bola e tapa-se com um pano até arrefecer.
Depois de fria estende-se a massa e colocam-se fatias de queijo e fiambre a gosto (eu pus na proporção de 1 e meia de fiambre para 2 de queijo).
Enrola-se o queijo e o fiambre com a massa, passa-se por ovo e pão ralado (também na Bimby) e coloca-se num tabuleiro.
Eu costumo deixar o tabuleiro de um dia para o outro no congelador e depois retiro para sacos de plástico.

E assim ficamos com uma opção bem agradável para uma refeição rápida ou para as festas.

Estes rolinhos podem fazer-se fritos ou no forno. No forno não ficam tão bonitos mas ganhamos em saúde!!!

sábado, 22 de Janeiro de 2011

Comer quentinho - Sopa de feijão e hortaliça à antiga e não só

Tenho uma colega que, quando chegam os primeiros dias frios de Inverno, diz sempre que lhe apetece comer quentinho. Eu já adoptei esta frase e também a repito muitas vezes.
Esta sopa, ou aquilo que lhe queiram chamar, é uma refeição que gosto de fazer em dias de muito frio. Hoje calhou!!!

Ingredientes:
Carne vaca para cozer
Carne porco limpa
1 pedaço de entrecosto ou entremeada (nem sempre utilizo mas dá bom gosto)
1 chouriço de carne
1 chouriço mouro (desta vez não tinha, não usei)
1 farinheira
1 tomate
1 cebola
2 dentes de alho
sal
batatas
cenouras
couve coração ou lombardo (ou as duas)
1 frasco de feijão manteiga (para ser perfeito deveria ter cozido feijão).

Preparação:
Coloca-se ao lume uma panela com água, o tomate, a cebola e os dentes de alho. Quando começa a ferver juntam-se as carnes e os chouriço e deixa-se cozer.
Entretanto descascam-se as batatas e as cenouras e arranja-se a couve. Cortam-se as batatas em quadradinhos, a cenoura em rodelas e as couve em tiras não muito pequenas.
Quando a carne estiver cozida retira-se para um recipiente e reserva-se. Retira-se ainda o tomate, a cebola e o alho.
Cozem-se as couves, a batata e a cenoura na água de cozer a carne.
E fica uma sopa de feijão maravilhosa.

Ah! falta a farinheira. É cozida à parte e tenho uma táctica, que me ensinou alguém entendido, para que nunca rebente.
Previamente, coloco-a de molho em água fria por alguns minutos, até amolecer um pouco.
Retiro-a da água e, com cuidado, espalmo-a ligeiramente para que o conteudo se espalhe pela tripa. Espeto um palito em cada extremidade da farinheira e coze-se em água.

Quanto à sopinha fica para o jantar porque ao almoço comemos assim:





Com a escumadeira retirei uma parte das couves e dos restantes ingredientes da sopa e coloquei no prato para acompanhar a carne cozida e os enchidos.

Muito reconfortante neste dia tão frio.

sexta-feira, 21 de Janeiro de 2011

Hamburgueres

Gosto muito de livros e revistas de culinária e não perco os programas televisivos sobre este tema.
Um dos programas que acompanhei sempre foi o Dias com Mafalda, da Mafalda Pinto Leite, que passou há uns tempos na Sic Notícias.
Já fiz algumas receitas desse programa, sendo que a primeira que experimentei foram os hamburgueres. Desde essa experiência fiquei proibida (pelos meus filhos) de comprar hamburgures no talho e passei a fazê-los em casa. Faço normalmente em quantidade e congelo, de modo a que, numa urgência estejam sempre à disposição.

1kg de carne picada (misturo vaca e porco)
1 cebola ralada
1 ovo batido
¼ chávena de pão ralado fresco
1 colher de chá de mostarda dijon
Umas gotas de molho inglês (opcional)
1 colher de chá de orégãos secos
3 colheres de sopa de parmesão ralado (no meu caso substituo por emental ou outro)
Fatias de queijo (para derreter)

Numa tigela grande misture a carne picada, a cebola, o ovo, o pão ralado, a mostarda, o molho inglês, os orégãos e o parmesão Misture tudo muito bem com as mãos. Forme hambúrgueres e guarde no frigorifico por 15 minutos (eu como já referi, às vezes, congelo para usar posteriormemente).
Comprei este aro num chinês e é muito fácil fazer os hamburgures com ele.

Aqueça uma grelha em lume médio alto. Quando estiver quente cozinhe os hambúrgueres, temperando com sal somente nessa altura. Vire e cozinhe mais um pouco.
Quando faltar 1 minuto para estar pronto coloque 1 fatia de queijo por cima de cada, tape com uma tampa e cozinhe até o queijo derreter. Transfira para um prato.

Aqui com batatinhas fritas (desta vez fiz sem queijo derretido):
Se quisermos fazer no pão aconselha a Mafalda:Tostam-se as fatias de pão até ficarem douradas. Serve-se com os extras que se desejar (Ketchup, maionaise, alface, tomate, rúcula, etc.)

quinta-feira, 20 de Janeiro de 2011

Medalhões de pescada no forno com legumes

Esta receita foi feita para o almoço do último dia do ano 2010.
Ainda enjoados do Natal e a adivinhar os excessos da Passagem do Ano fiz este prato que soube mesmo bem para "desentoxicar"

Ingredientes;

4 medalhões de pescada
Mistura de legumes (courgete, cenoura, beringela, cebola, tomate...- normalmente tenho saquinhos no congelador com esta mistura)
tomilho
alho picado
sal e pimenta moida na hora (a gosto)
Azeite



Preparação:

Coloca-se o peixe no meio do tabuleiro e os legumes em redor do peixe. Tempera-se com o alho picadinho, o tomilho, o sal e a pimenta.
Rega-se com um fio de azeite.
Vai ao forno coberto com uma folha de aluminio para estufar no vapor.

Sem dúvida uma refeição simples, muito saborosa e saudável.

quarta-feira, 19 de Janeiro de 2011

Carne de vaca estufada com tomilho e mostarda em grão

Esta é uma simples carne de vaca estufada, mas que eu raramente consigo fazer sempre da mesma maneira, porque tenho sempre a mania de inventar um bocadinho.

Neste caso resultou bastante bem.

Ingredientes:
Carne de vaca para estufar cortada em nacos
1 cebola grande
2 dentes de alho
2 cenouras
mostarda em grão
tomilho seco
coentros em grão
2 ou 3 colheres de polpa de tomate ou um tomate
sal, pimenta e piri-piri
azeite
1 copo de vinho branco

Preparação:
Coloca-se o azeite no tacho e sela-se a carne (dourar a superfície da carne em azeite, para evitar a perda dos seus sucos naturais tornando-a mais suculenta).
Deitam-se no tacho os restantes ingredientes, tapa-se o tacho e deixa-se repousar cerca de 30 minutos. De seguida estufa-se a carne em lume baixinho.

Mais simples é dificil!!!

Esta foto foi tirada a meio da cozedura. No fim, esqueci-me!!!!

terça-feira, 18 de Janeiro de 2011

Os ovos mexidos do meu filho Pedro

Ontem, era já quase meia noite, quando um dos meus filhos (o mais novo) me entra pela sala e diz: "Ó mãe era muito mau eu fazer uns ovinhos mexidos assim com umas coisinhas? Tou cheio de fome!!" (parecia ele que não tinha jantado bem).

Só lhe disse: "Tem paciência, mas não me apetece ir para a cozinha a esta hora!!"

Eu não fui, mas ele foi e passado um bocado, volta a entrar na sala e diz: "Agora vê lá se não é digno de uma fotografia!!!"

Claro que sim filho e está descansado que vai para o blogue.


Então o rapazinho juntou aos ovos: fiambre, chourição (Gran Doblon da Campofrio que é mais aromático) e queijo aos bocadinhos, depois temperou com sal aromatizado com tomilho e pimentas. Mexeu os ovos e ficou todo contente com a sua aventura culinária.

segunda-feira, 17 de Janeiro de 2011

Bolo de chocolate com queijo creme

Ao domingo gosto de fazer um bolo. Esta semana o tempo não foi muito porque aproveitei o facto de não chover para pôr ordem em algumas coisas cá em casa.

Mas ao final do dia o bichinho começou a remoer e toca a procurar uma receita fácil e rápida (quando digo rápida normalmente quero dizer sem claras em castelo - é uma mania minha!!!!)

Num daqueles papelinhos que não se sabe de onde veio encontrei este bolo de chocolate com mascarpone, mas não tinha mascarpone. Em contrapartida tinha uma embalagem de queijo creme que já não estava a ir para nova. Então com uma mistura "bimbomanual", saiu isto:


Ingredientes:
200 g açucar
1 embalagem de queijo creme (usei do Mini-preço)
1 tablete de chocolate negro
50 g de margarina
100 g de farinha
5 ovos

Preparação:

Coloquei o açucar com os ovos e o queijo creme na Bimby e programei 3 min na vel 4.
Entretanto coloquei o chocolate a derreter no micro-ondas com a margarina. Misturei ao preparado anterior e envolvi 1 min na vel 4/5.
Juntei a farinha e envolvi 15 seg vel 6.
Deitei a massa na forma previamente untada com margarina e polvilhada com farinha e foi ao forno a cozer cerca de 30 minutos.

Foi num instante!!! E a comer também!!!

domingo, 16 de Janeiro de 2011

Frango na púcara

Nunca tinha feito (nem comido) frango na púcara mas o meu marido, esta semana, deu-lhe para folhear umas revistas de culinária que eu estava a ver, e ficou "a desejos".


A receita era da Bimby, mas apeteceu-me dar uso a uma púcara que tenho há imenso tempo e nunca tinha utilizado.


Procurei na net e vi montes de receitas todas diferentes. Depois lembrei-me do livro "Tesouros da Cozinha Tradicional Portuguesa", das Selecções do Reader's Digest.

E lá estava a receita e a história deste prato que aproveito para partilhar: Esta receita nasceu no Café Águia d'Ouro em Alcobaça e venceu o 2º prémio de um concurso de cozinha e doçaria portuguesa realizado pela Secretaria de Estado de Informação e Turismo com a colaboração da RTP, nos anos 60. É feita numa pucara de barro específica para este prato mas pode ser feita em qualquer tacho de barro com tampa.


Depois de muitas consultas, esta é a minha versão do Frango na púcara:

Ingredientes:
- 1 frango cortado (como se fosse para guisar)
- 150  g de bacon cortado em bocadinhos (a receita original leva presunto)

- 3 tomates
- 10 cebolinhas ou chalotas (usei 1 cebola e meia laminada)
- 3 dentes de alho 

- 1,5 dl de vinho branco
- 1,5 cálice de vinho do Porto


- 1,5 cálice de aguardente
- 2 colheres de chá de mostarda
- azeite q.b.
- sal, pimenta e piri-piri (a gosto)


Preparação:

Temperei o frango antes de colocar na púcara, com sal, pimenta, piri-piri e a mostarda. Depois adicionei os tomates sem peles, a cebola aos quartos e depois laminada em meias luas, bocadinhos de bacon, a aguardente, o vinho do Porto e o vinho branco.
Envolvi tudo e coloquei dentro da púcara de barro. Reguei com um fio de azeite.
Tapa-se a púcara e coloca-se no forno cerca de 45 min. Decorrido este tempo mexe-se e verifica-se se está  cozido. Volta a colocar-se a púcara no forno, mas destapada para alourar. 
Vi numa das receitas que cusquei que se pode engrossar o molho com uma colherzinha de farinha (eu saltei essa parte). 

Bem... não sei se ficou o verdadeiro frango na púcara, mas que ficou muito bom, ficou!!!

sábado, 15 de Janeiro de 2011

Espetadas de peixe gato riscado no forno com batatas às rodelas

Já há um tempo que via à venda nos supermercados o peixe gato riscado. Ficava com vontade de comprar mas exitava sempre. A semana pasada vi no Pingo Doce estas espetadas que tinham muito bom aspecto. Decidi comprar.
Ao almoço de sábado cá em casa gosto de fazer peixe. Hoje quando abri a arca vi lá este mas não me apetecia fazer grelhados... não me apetecia ficar com a casa a cheirar a peixe. Decidi fazer isto:

Ingredientes:
espetadas de peixe gato riscado
3 dentes de alho
1 cebola
pimenta verde
ervas de provence

coentros em grão (em subtituição dos frescos que considero melhor opção, mas como não tinha... )
sal
vinagre de framboesa
azeite
batatas

Preparação:

Rega-se o fundo do tabuleiro de ir ao forno com um bocadinho de azeite. Faz-se uma cama com metade da cebola cortada ao meio e depois em meias luas finas e depois coloca-se o peixe.
Coortam-se as batatas às rodelas e coloca-se em redor do peixe. Tempera-se com o alho picadinho, o resto da cebola, sal, pimenta verde, ervas de provence e os coentros em grão (como já disse preferia frescos). No fim aromatizei com vinagre de framboesa e reguei com azeite.
Tapei o tabuleiro com uma prata e levei ao forno cerca de 30 min. Depois retirei a prata reguei com um pouco de água (estava a secar) e deixei assar.

Ficou uma delícia. Relativamente ao peixe foi uma aposta ganha... muito saboroso!!!!

sexta-feira, 14 de Janeiro de 2011

Bolo de Abóbora com cobertura de chocolate

Já experimentaram o bolo de cenoura com cobertura de chocolate? Eu já e é uma delícia.
Mas eu tinha uma abóbora a estragar-se no frigorífico!!!! E nós tanto fazemos filhós (ou sonhos) de abóbora como de cenoura!!!!
Ora, então vou fazer a experiência!!!

Bolo de Abóbora com cobertura de chocolate
(Adaptado do livro “Bimby – As receitas essenciais”)

Ingredientes:

Para o bolo:
250 g de abóbora
320 g açúcar (usei 300 g)
4 ovos
110 g de Óleo
220 g Farinha
1 colher (sopa) de fermento em pó

Para a cobertura de chocolate:
40 gr. de chocolate em pó
40 g margarina
70g açúcar
40 g de leite

Preparação:
Ligue o forno a 180º.
Arranje a abóbora, coloque-a em pedaços na Bimby e rale 15 seg/vel 9.
Adicione o açúcar, o óleo e os ovos e programe 1min/vel 6.
Junte então a farinha com o fermento e envolva 15 seg/vel3.
Unte uma forma com margarina e polvilhe-a com farinha.
Deite o preparado e leve ao forno durante cerca de 40 minutos.
Espete um palito para verificar se está cozido, retire do forno, desenforme e deixe arrefecer.

Entretanto prepare a cobertura;
Coloque todos os ingredientes no copo e programe 8 min/varoma/vel 2.

Cubra o bolo com este preparado.



Só vos digo… fica um bolo ligeiramente húmido, talvez um pouco menos doce que o de cenoura, mas muito, muito bom!!!!
A cobertura, quando repetir, vou alterar ligeiramente. Gosto mais com chocolate em tablete.

Esparguete com aproveitamento de frango assado

Ontem saí tarde do trabalho e não tinha nada feito para o jantar. Além disso, estava tão cansada que não me apetecia pensar no que havia de fazer.
Mas o people queria jantar! Tinha de fazer qualquer coisa!
Abri o frigorífico e havia um resto de frango assado do almoço. Tinha tb uma caixinha de tirinhas de bacon. Podia fazer uma massa. É rápido e é bom!!!
OK! Sai uma massa. Inspira-te Maria!!


Ingredientes:
Esparguete
óleo
sal aromatizado (c/ pimentas e tomilho)
resto de frango assado
uma caixinha de tirinhas de bacon
1 lata de cogumelos
2 dentes de alho
mostarda em grão
oregãos
piri-piri (nós gostamos mas é dispensável para quem não goste)
azeite

Preparação:

Cozi a massa em bastante água temperada com sal aromatizado e um fio de óleo.
Numa frigideira coloquei o azeite, o alho e o bacon a deixei fritar um bocadinho. Juntei os cogumelos e temperei com a mostarda em grão, os oregãos e o piri-piri. Frita mais um bocadinho e depois deitei o frango desfiado. Envolve-se o frango e frita mais um pouco.
Entretanto a massa já estará cozida e escorre-se a água. Junta-se a massa ao preparado de frango e envolve-se bem.


Foi num instante. Em aproximadamente 15 min estávamos à mesa e a massa estava mesmo muito boa. Além disso aproveitei o frango que estava no frigorífico.

Não foi mau pois não?

Só mais uma dica: Desta vez não fiz assim, mas às vezes, para este tipo de massas, substituo a frigideira pela wok e no final junto a massa e frito tudo. Também fica muito bom!!!

quinta-feira, 13 de Janeiro de 2011

O turista

No sábado fui ao cinema ver "O Turista", um remake de um filme francês.
Trata-se de um policial romântico (se é que o género existe) cuja publicidade fazia prever um belissimo filme. O elenco liderado por Angelina Jolie e Johnny Deep também prometia!!!

O filme conta a história de um turista americano em viagem pela Europa (Johnny Deep) que, aparentemente por acidente, conhece uma misteriosa mulher (Angelina Jolie) num comboio para Veneza. Em Veneza vivem uma aventura perigosa e o romance vai nascendo.

O filme é interessante, a história está bem conseguida, mas desiludiu-me um pouco a falta de química entre a Angelina Jolie e o Johnny Deep. Eu adoro o Johnny Deep mas decididamente não consegui vibrar com este Frank Tupelo. É uma personagem demasiado normal para o brilhantismo que ele, de um modo geral, empresta às suas interpretações.

Criticas à parte, como já não ía ao cinema há algumas semanas, soube-me bastante bem ver este filme onde destaco, sem dúvida, num enredo complicado (ou não - porque a meio o filme previ logo o final) as cenas de comédia, que são inteiramente protagonizadas pelo Johnny Deep (aqui sim parecia ele) e que tornam o filme leve e agradável de seguir.

Recomendo!!! É um serão agradável!!!

quarta-feira, 12 de Janeiro de 2011

Frango à passarinho

Tanta coisa boa para partlhar e o tempo que não me deixa vir aqui.
Ai o que eu gostava de ter nascido noutra época em que não precisávamos de correr atrás de objectivos e que o trabalho não consumia a nossa vida. Mas nasci nesta... tenho de me ajustar!!!!
As fotos amontam-se na máquina e agora tinha de escolher: o bolinho do fim de semana, o frango do almoço de domingo, a carne estufada que ficou uma delícia, os croquetes, os rolinhos de queijo e fiambre (ufa... fartei-me de cozinhar no fim de semana!!!) e mais umas quantas coisas que já fiz há algum tempo mas que gostava de partilhar.
Como a última receita foi de um bolo optei por um prato salgado: o meu almoço de domingo.

O frango à passarinho (não sei de onde lhe virá este nome) é um prato que todos adoramos cá em casa. Quando a semana passada me lembrei que já não o fazia há um tempo, as reclamações foram mais que muitas e lá tive de fazer o abençoado frango.

Ingredientes:
1 frango partido em pedacinhos pequeninos (peço que cortem no talho)
5 ou 6 dentes de alho
2 folhas de louro
sumo de dois limões
sal
pimenta
piri-piri
óleo para fritar

Preparação:
Coloca-se o frango numa travessa e tempera-se com os alhos, o louro, o sal, a pimenta, o piri piri e o sumo de limão. Deixa-se marinar no frigorifico (preferencialmente tempero de véspera para o frango absorver o gostinho dos temperos).
Numa frigideira funda (uso daquelas pretas para fritar batatas para não salpicar) coloca-se o óleo e frita-se o frango até ficar bem tostadinho.
Acompanhei com batatas fritas e salada de alface temperada com azeite aromatizado com oregãos.

sexta-feira, 7 de Janeiro de 2011

Bolo Rei

Hoje é Dia de Reis, data em que se assinala a data em que os três Reis Magos (Gaspar, Belchior e Baltasar) foram visitar a dar prendinhas ao Menino Jesus.
Belchior ofereceu-lhe ouro, Gaspar incenso e Baltazar mirra.

Em alguns países, nomeadamente em Espanha, é tradição dar as prendas (de Natal) às crianças neste dia – se calhar até faz algum sentido.

Em Portugal não é um dia com muita importância, mas ainda há, em certas regiões, a tradição de cantar as Janeiras.

Do ponto de vista gastronómico, neste dia gosto de comer bolo-rei.

Chovia tanto (ainda chove!!!) que quando saí do trabalho não me apeteceu ir comprar nenhum bolo Rei, como tal, resolvi pegar na Bimby e fazer um em casa.

Fonte:Revista Momentos de partilha nº. 2

Ingredientes:
- 450 g de farinha Branca de Neve fina (usei do Mini-preço ou Pingo Doce - é o que costumo comprar!!)
- 70 gr de açúcar
- Casca de 1 laranja e 1 limão (sem a parte branca)

- 130 gr de leite
- 70 gr de manteiga
- 3 gemas de ovo
- 40 g de vinho do Porto
 
- 20 gr de sumo de laranja
- 25 g fermento padeiro fresco
- 1 pitada de sal
- Frutas cristalizadas a gosto
- Frutos secos a gosto

- gema de ovo para pincelar

(Fiz metade da receita e deu um bolo com quase 900 g)

Preparação: 

Pese a farinha e reserve.
Coloca-se o açúcar no copo e pulveriza-se 15 seg vel 9. Junta-se as cascas e pulveriza-se mais 15 seg vel 9.
Junta-se o leite e a manteiga e programa-se 30 seg./temp.37°/vel.6. Depois 30 seg/vel 9.
Entretanto, adiciona-se as gemas, o fermento,
o sumo e o vinho do Porto e mistura-se tudo à velocidade 3 durante alguns segundos.
Com a Bimby em funcionamento na vel 3 junta-se a farinha através do bocal da tampae mistura-se de novo 15 seg./vel.6.
Junta-se o resto da farinha e programa-se 3 min./Vel. Espiga. A massa deve formar uma bola e não deve ficar agarrada às paredes do copo. Se isso acontecer polvilham-se as paredes do copo com farinha e de seguida amassa-se mais um min vel espiga.


Depois, deixa-se a massa no copo até dobrar o volume.
Depois pressiona-se a massa com as mãos e amassa-se de novo 1 min vel espiga. Mais 30 seh vel espiga e juntam-se as frutas cristalizadas (cerca de 250 g) através do bocal da tampa.
Retira-se a massa do copo, amassa-se com as mãos até formar uma bola e polvilha-se a mesma com farinha. Dá-se-lhe a forma de uma rosca e coloca-se num tabuleiro untado com manteiga e polvlhado com farinha. Pincela-se com ovo batido e decora-se com as frutas cristalizadas. Pode tb enfeitar com açucar humidificado (mistura-se bem açucar com  de água na proporção de 100g para 2 colheres de chá de água)
Deixa-se a massa repousar até dobrar de volume (coloquei no
forno a 50°).
Depois, faz-se subir a temperatura a 180° e coze durante cerca de 20 minutos.

Aqui há tempos tinha feito bolo rei mas não correu muito bem. Embora tenha ficado delicioso não cresceu quase nada (acho que pus pouco fermento).
Desta vez resolvi ler a receita como deve ser (inédito) e correu muito bem. Como dizia a minha avó: Está bonito e bom!!!!
E a acompanhar um cházinho... não vos digo nada!!!!

quinta-feira, 6 de Janeiro de 2011

Quiche de atum com milho e pimentos em base aromatizada com tomate e manjericão

Uma das coisas que tenho a mania é de pegar em várias receitas e fazer um 2 ou 3 em 1.
Quando abri a revista "Bimby Momentos de Partilha" do mês de Janeiro chamaram-me logo a atenção as massas quebradas aromatizadas. Hummm!!! Que boa ideia!!!!
Quando me calhuo a mim levar uma quiche para a passagem do ano, claro que tinha que fazer o teste. Mas eu gosto de levar para as festas coisas que eu já tenha testado e a minha quiche de atum costuma ficar muito boa. OK. Vou só inovar na massa.
Mas vou aromatizar com quê?
Coentros? Tinha-me esquecido de comprar.
Concentrado de tomate? Não costumo ter!!
Mangericão? Tenho o meu vaso na janela. Boa!!! Vou juntar tomate que joga bem com o magericão e com o atum.
Fiz assim:

Ingredientes para a massa:
200 g de farinha
90 g de margarina para culinária
40 g de água
1/2 colher de chá sal
1/2 colher de chá açucar
10 g de folhas de mangericão
3 ou 4 colheres de calda de tomate (usei triturado com alho e cebola)

Preparação da massa:
Colocam-se todos os ingredientes no copo e programa-se 15 seg. vel 6. Estende-se a massa com o rolo e forra-se uma tarteira . Pica-se a massa com o garfo.


Ingredientes para o recheio:
1 lata grande de atum (gosto de usar das do Pingo Doce)
1/2 lata das pequenas de milho doce
pimento vermelho, verde e amarelo picadinhos
1 dente de alho picadinho
4 ovos
1 pacote de natas
sal e pimenta qb.

Preparação do recheio:
Desfaz-se o atum e envolve-se com o milho, os pimentos e o dente de alho.
Bate-se os ovos e depois deita.se as natas. Tempera-se com sal e oimenta (não muito) e bate-se bem.
Entretanto, misturam-se os ovos com o preparado de atum e coloca-se na tarteira.
Vai ao forno cerca de 25 a 30 minutos (mas claro isto é uma referência porque depende do forno)

Gostei da massa aromatizada e até cheguei à conclusão que posso pôr mais quantidade de aromas.

terça-feira, 4 de Janeiro de 2011

Sushi de pão

Tal como referi ontem, vou partilhar as minhas delicias da passagem do ano.
Hoje é o Sushi de pão, uma entrada muito simples de fazer e muito saborosa. Já faço há bastante tempo a versão com fiambre e queijo de ervas, mas como já disse, inspirada aqui , fiz uma variante com patê de atum.


Colocam-se 6 fatias de pão de forma (sem codea) sobre papel de aluminio. Passa-se o rolo da massa sobre cada fatia para torná-las mais fininhas.

E é aqui que podemos inventar.

Na primeira versão barrei o pão com queijo de ervas e sobre o creme coloquei fatias de fiambre.

Depois enrola-se com cuidado e vai ao frigorifico


Versão com pasta de atum:
Na Bimby, triturei durante alguns segundos, o atum e o pimento. Juntei entretanto a maionaise e envolvi tudo.
Barrei o pão com esta pasta e por cima coloquei folhas de alface


Enrolei o pão fazendo o rolo como referido atrás.
Depois de algumas horas cortam-se as fatias e o aspecto é este




Fica bonito na mesa e é delicioso.

Sangria de Champanhe para brindar a 2011

A minha passagem do ano foi passada, como é habitual, entre amigos, à mesa, com conversas animadas e jogos divertidos (Singstar e Buzz). Cada uma de nós fez um doce e um salgado (entrada ou saladinha), o jantar foi leitão à Bairrada e à ceia o camarão fez uma visitinha.

A minha contribuição para a mesa foi:
  • Tiramissu
  • Quiche de atum com milho e pimentos, para a qual fiz uma massa quebrada excelente (inspirada numa novidade da revista bimby nº 2) aromatizada com tomate e mangericão
  • "Sushi" de pão - que já fazia com queijo e manteiga de ervas e inspirada aqui fiz com paté de atum e alface - Muito bom
e, the last but not the least:
  • Sangria de espumante - Não é para me gabar mas é um dos meus ex-libris. 

Entretanto hei-de divulgar tudo mas hoje começo pela sangria  para brindar ao novo ano.

Num jarro colocam-se os liquidos na proporção de uma garrafa de espumante (uso normalmente Asti) para crca de 0,5 l de S even-up (ou um bocadinho menos  se quisermos mais alcoolica, eu gosto assim).
Junta-se 2 ou 3 paus de canela, 3 colheres de açucar louro e mexe-se. No final deita-se morangos ou framboesas ou ambos.
Como não tinhamos jarro suficientemente grande desta vez fiz numa taça mas garanto-vos que o sabor não mudou nada.
A foto não está brilhante mas mesmo assim, cá vai.
Tchim... Tchim... à vossa saúde!!!!